O que significa 'cringe'? Entenda a expressão e o motivo da repercussão na internet

A gíria tem origem inglesa e acende discussões sobre as particularidades das gerações Milennials e Z

Escrito por Redação,

Zoeira
Legenda: Nas redes sociais, a palavra "cringe" é bastante usada, significando algo como "vergonhoso", em tradução livre
Foto: Divulgação

Cringe, Millenials, Geração Z: difícil alguém que não tenha se deparado com alguma dessas expressões nos últimos dias. Nas redes sociais, o assunto tem gerado memes, testes e até reflexões sobre os conflitos e diferenças intergeracionais. 

No Brasil, a repercussão do termo "cringe" aumentou depois que a podcaster Carol Rocha publicou, no Twitter, uma pergunta sobre o que os jovens da Geração Z "acham um mico" nos Millenials. Na sequência, ela comentou: "(acho q falar mico já passou, é cringe ne)".

Não demorou para que os usuários povoassem a internet com as respostas. Alguns comentaram que gostar de Disney, usar emojis, tomar café da manhã, usar peças como calça skinny ou sapatilha de bico redondo, pentear o cabelo repartido para o lado e até usar a palavra “boleto” eram típicos exemplos de atitudes "cringes". Mas o que significa essa expressão?

O termo tem origem inglesa e é utilizado como uma gíria para se referir aos momentos em que as pessoas passam por situações desconfortáveis e constrangedoras. Nas redes sociais, inclusive, a palavra é bastante usada, significando algo como "vergonhoso", em tradução livre.

Diferenças intergeracionais

Para além do uso e do significado da expressão, a grande reflexão que o assunto tem gerado envolve as diferenças entre as gerações Milennials e Z. 

Em termos práticos, pessoas nascidas entre as décadas de 1980 e 1990 são definidas como "Millennials" ou "Geração Y". À luz da Sociologia, o conceito fica ainda mais específico, abarcando quem nasce entre o início da década de 1980 até, aproximadamente, o final do século.

Por sua vez, quem faz parte da "Geração Z" — também denominada "GenZ", "pós-Millennials", entre outros termos — são aqueles nascidos entre 1995 a 2010, os também chamados "nativos digitais", uma vez terem nascido já imersos na tecnologia e na internet. 

As categorizações denotam diferenças nas práticas, costumes e modos de perceber e vivenciar o mundo entre uma geração e outra. Algo natural, mas que, neste momento, tem ganhado cada vez mais praças.

O aplicativo de relacionamentos Tinder, por exemplo, anunciou, nesta terça-feira (22), uma série de funcionalidades para incrementar a paquera de quem usa a plataforma, principalmente daqueles pertencentes à "Geração Z". Entre as novidades, está a possibilidade de colocar um vídeo de até 15 segundos no perfil como uma forma de os usuários mostrarem um pouco mais de sua personalidade na internet.

Famosos também entraram na discussão e reagiram ao termo "cringe". Entre eles, está o sambista Zeca Pagodinho que, no Twitter, publicou "Descobri que sou cringe demais". 

E se você chegou até aqui e ainda não sabe bem o conceito de "cringe", tem um vídeo que viralizou no Instagram que vai facilitar seu entendimento: