Volta às aulas: como deve ser o deslocamento para as escolas

Protocolo divulgado nesta terça-feira (22) pelo Governo do Ceará orienta, dentre outras coisas, quais as formas seguras de deslocamento entre casa e instituição de ensino

O Governo do Ceará orienta ajustar horários de entrada e saída das escolas para evitar aglomeração de estudantes no transporte público.
Legenda: O Governo do Ceará orienta ajustar horários de entrada e saída das escolas para evitar aglomeração de estudantes no transporte público.
Foto: Natinho Rodrigues

Na publicação que orienta a retomada gradual das atividades escolares durante a pandemia de Covid-19, o Governo do Ceará destina um capítulo somente para tratar de transporte. Segundo o Estado, o ideal é que os estudantes incluídos nas turmas com permissão para voltar às atividades presenciais se desloquem para as instituições de ensino separadamente ou apenas com responsáveis ou familiares que compartilhem a mesma moradia.

Como isso não é possível para todo mundo, a orientação governamental é que os horários de entrada e saída das escolas sejam ajustados de forma a evitar aglomeração de estudantes no transporte público, principalmente em horários de pico. 

Além disso, a publicação cobra de empresas privadas de transporte escolar o cumprimento de protocolo específico para a atividade. E direciona às escolas a responsabilidade de manter comunicação aberta com essas empresas para rastreio e notificação de casos suspeitos ou confirmados de contaminação de pessoas que utilizaram o transporte.

As orientações são semelhantes quando se trata de transporte oferecido pela própria instituição de ensino. De acordo com o guia, deve-se manter ventilação natural com janelas abertas e desinfetar regularmente os assentos e demais superfícies do interior do veículo. Em ambos os últimos casos, a aferição de temperatura deve ser realizada antes da entrada dos estudantes no transporte escolar. O uso de máscara é obrigatório por todos.

arte volta aulas

Quero receber conteúdos exclusivos do EducaLab