Universidade de Fortaleza inaugura campus da Medicina Veterinária no dia 23 de setembro

As novas instalações contarão com clínica de atendimento a animais de pequeno porte

Novo campus do curso de Medicina Veterinaria da Unifor
Legenda: Com a inauguração do novo campus, o curso ganha uma área de 757,10 metros quadrados
Foto: Ares Soares

A Universidade de Fortaleza inaugura, no próximo dia 23, às 9h30, um novo campus voltado para o curso de Medicina Veterinária. As instalações estão localizadas na rua Cidade Ecológica, 635, no bairro Edson Queiroz. 

O espaço contará com uma clínica de atendimento a animais de pequeno porte de clientes externos e de alunos e funcionários da Fundação Edson Queiroz. 

A estrutura é equipada com consultórios, laboratório de análises clínicas e moderno centro de cirurgia, com três salas equipadas para os diversos tipos de procedimentos cirúrgicos, respeitando suas complexidades, além dos demais espaços.

O atendimento será feito mediante agendamento pelo Whatsapp (85) 99248-9246 a preços acessíveis. Não haverão serviços de urgência e emergência. 

Com a inauguração, o curso de Medicina Veterinária ganha uma área de 757,10 metros quadrados, constituindo um local onde os alunos aprimoram seus conhecimentos teóricos e práticos com animais de pequeno e grande portes, como equinos, bovinos, suínos, ovinos, caprinos, aves, cães e gatos.

O novo campus faz parte dos recentes investimentos na expansão estrutural e tecnológica da Universidade de Fortaleza, recém-eleita a melhor instituição de ensino superior particular do Brasil, por um dos rankings educacionais mais conceituados do mundo, o Times Higher Education (THE), da Inglaterra. 

Referência nacional

A presidente da Fundação Edson Queiroz, Lenise Queiroz Rocha, destaca que todos os investimentos estão sendo feitos para tornar o curso de Medicina Veterinária da instituição uma referência nacional.

“O complexo formado por laboratórios e um moderno centro cirúrgico para procedimentos em pequenos e grandes animais é uma extensão da sala de aula. A unidade conta com laboratórios de práticas e habilidades para o aluno vivenciar, desde o primeiro semestre, o que o mercado de trabalho exige do profissional veterinário”, ressalta.

Clínica veterinária

Uma das novidades neste primeiro momento é a abertura da clínica inteiramente voltada para animais domésticos de pequeno porte, como cães e gatos.

“Será disponibilizado atendimento de clínica e cirurgia de pequenos animais sob agendamento, com profissionais experientes nas respectivas áreas e valor compatível com o mercado”, detalha a professora Marília Taumaturgo, coordenadora do curso de Medicina Veterinária da Universidade de Fortaleza.

“Embora o diferencial do curso seja a imersão do aluno em práticas aplicadas, é importante ressaltar que todas as atividades de cunho acadêmico serão realizadas por médicos veterinários ou sob sua supervisão, no qual os discentes acompanham para trabalhar as atividades necessárias para sua formação”, reforça a professora.

Laboratório

O novo campus conta com espaços de última geração, entre eles o Laboratório de Habilidades em Veterinária, uma estrutura moderna constituída por salas apropriadas ao estudo e compreensão da atividade diária do médico veterinário.

“Nele, alunos e professores discutem e desenvolvem habilidades necessárias ao exercício da profissão, desde a ética profissional até o ensino de técnicas mais complexas. Nas aulas, os alunos treinam habilidades relacionadas à rotina de manejo, exame clínico e muitas outras atividades necessárias para o bom desempenho prático quando for lançado no mercado”, ressalta Marília Taumaturgo.

O curso possui ainda o Laboratório Morfofuncional em Veterinária, onde teoria e prática de anatomia, histologia, diagnóstico por imagem e fisiologia são integrados. Dessa forma, o curso qualifica o aluno a atingir os conhecimentos, as habilidades e as atitudes necessárias à excelência na execução da profissão em todas as áreas de atuação do médico veterinário.

A pesquisa, que sempre foi diferencial trabalhado dentro da Unifor, está diretamente ligada à Medicina Veterinária. Antes mesmo da criação do curso, diversos trabalhos já vinham sendo realizados nos laboratórios do campus, notadamente no Núcleo de Biologia Experimental (Nubex), centro de pesquisa científica da Unifor.

Aluna do curso de Medicina Veterinária
Legenda: O novo campus favorece a aprendizagem aliada à prática, o que possibilita a integração e a vivência entre diversas áreas do conhecimento veterinário
Foto: Ares Soares

Pesquisas de reconhecimento

Iniciada em 2016, a graduação em Medicina Veterinária da Unifor já nasceu em meio a pesquisas de reconhecimento internacional, como os estudos dos transgênicos e de clonagem em cabras.

A matriz curricular possui currículo integrado e está estruturada nos eixos básicos de competências definidas pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), como epidemiologia, incluindo programas de prevenção e controle de doenças, produção animal, saúde única, zoonoses e doenças emergentes; clínicas e cirurgia; higiene e inspeção de produtos de origem animal; bem-estar animal, legislação e ética profissional.

“Tais competências são atingidas por meio de um programa que integra ensino, pesquisa e empreendedorismo”, diz a professora Marília Taumaturgo. 

Atuação profissional

O curso, com duração de cinco anos, é voltado para quem deseja atuar nas áreas de bem-estar animal, produção, inspeção e tecnologia de produtos de origem animal. 

Com o intuito de capacitar os alunos em todas as áreas do curso de Medicina Veterinária, a Unifor desenvolve competências técnico-científicas em uma postura ética que preza pelo exercício da profissão em todos os seus campos de atuação.

O futuro profissional de Medicina Veterinária formado na Unifor adquire conhecimentos por meio de conteúdos que compreendem estratégias educacionais.

Quero receber conteúdos exclusivos do EducaLab