Vacinação contra Covid-19 no Rio de Janeiro será suspensa por falta de doses, anuncia Paes

Cidades da região metropolitana e da baixada fluminense têm doses para apenas mais alguns dias

Vacina covid/vacina rio de janeiro/vacina rio/vacina covid-19
Legenda: Prefeito Eduardo Paes "tinha expectativa" de receber um novo lote em até 48 horas.
Foto: Camila Lima

A cidade do Rio de Janeiro interromperá sua campanha de vacinação contra a Covid-19 por falta de imunizantes, confirmou o prefeito Eduardo Paes (DEM). O gestor municipal, no sábado (13), chegou a dizer que "tinha expectativa" de receber um novo lote em até 48 horas.

"Recebi a notícia de que não chegaram novas doses. Teremos que interromper amanhã (terça-feira) nossa campanha. Hoje vacinamos pessoas de 84 anos e amanhã, de 83. Estamos prontos e já vacinamos 244.852 pessoas. Só precisamos que a vacina chegue. Nova leva deve chegar do Butantan na próxima semana", publicou o prefeito em sua conta no Twitter.

Na semana passada, a Secretaria Municipal de Saúde chegou a alertar que tinha doses em estoque para garantir a vacinação apenas até sábado, mas o prazo foi retificado pelo secretário Daniel Soranz.

Além do Rio, outras cidades da região metropolitana e da baixada fluminense também já anunciaram que possuem doses suficientes para prosseguir com a vacinação por apenas mais alguns dias.

Uma alternativa que está sendo estudada é utilizar o imunizante reservado para a segunda dose de quem já se vacinou, mas isso dependerá da garantia de que um novo lote seja entregue até a primeira semana de março.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil