Transferência de veículos poderá ser feita de forma digital a partir de março

A transação poderá ser feita de forma totalmente digital pelo aplicativo da Carteira Digital de Trânsito

Veículos
Legenda: A transferência de veículos no país poderá ser feita de forma digital a partir de março
Foto: Marília Camelo

A transferência de veículos no país poderá ser feita de forma digital a partir de março deste ano. Segundo disse o Ministério da Economia nesta terça-feira (15), o processo será com uso da assinatura digital e sem precisar de reconhecimento de firma. 

A transferência poderá ser feita por meio da plataforma gov.br por qualquer proprietário, desde que o veículo possua documentação digital, ou seja, carros saídos de fábrica ou transferidos a partir de 4 de janeiro de 2021.

A assinatura digital estará disponível na Carteira Digital de Trânsito (CDT), por onde o vendedor deverá acessar o aplicativo, informar o CPF do comprador e assinar digitalmente.

Por isso, a plataforma não exigirá o reconhecimento de firma em cartório na Autorização para Transferência de Propriedade do Veículo (ATPV-e). "O comprador receberá a notificação e repetirá o processo, e a autorização irá diretamente para o sistema do Governo Federal", disse o Ministério. 

Depois desse processo, ainda segundo pasta, basta levar o veículo para a vistoria no Detran local e efetivar a transferência. 

Login Prata ou Ouro

Para fazer a transação, tanto vendedores como compradores deverão ter o login qualificado de níveis Prata ou Ouro na plataforma gov,br. 

O cadastro de forma gratuita pode ser feito por meio do site Acesso, ou pelo aplicativo para iOS e Android.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil

Assuntos Relacionados