Thelma Assis vai a Manaus para auxiliar na linha de frente do combate contra a Covid-19

A Ex-BBB é médica e já estava envolvida na campanha 'Respira Amazonas'

Thelma Assis está na linha de frente contra a Covid-19 em Manaus
Legenda: Uma das fisioterapeutas do Hospital 28 de Agosto, Ana Rocha, compartilhou imagem ao lado de Thelma Assis nas redes sociais
Foto: reprodução/Instagram

Thelma Assis, vencedora da 20ª edição do Big Brother Brasil, está em Manaus, no Amazonas, para trabalhar na linha de frente contra a Covid-19. Diversas imagens da médica ao lado de funcionárias de um hospital local circulam nas redes sociais.

De acordo com a revista Quem, a assessoria de Thelma confirmou a decisão da ex-BBB pela atuação como profissional de saúde neste momento. Em nota, também ressaltaram o envolvimento prévio de Thelma no Amazonas e o fato de que ela não deve se vacinar contra o coronavírus no estado. 

"A médica e comunicadora Thelma Assis já vinha se engajando na campanha 'Respira Amazonas' desde as primeiras notícias da situação da cidade. Após ajudar na campanha de arrecadação de cilindros de oxigênio e insumos, ela optou ir para Manaus, para dar todo o suporte necessário como médica nos hospitais", diz o comunicado. 

Nas redes

No Instagram, uma das fisioterapeutas do Hospital 28 de Agosto, no qual Thelma está alocada, falou sobre a ação da médica. "Plantão de hoje com a doutora Thelminha. Toda a minha admiração a ela que está aqui para ajudar o Amazonas", escreveu.

No Twitter, não faltaram usuários elogiando a postura. "Feliz de ter torcido por essa mulher incrível e que só nos dá orgulho", escreveu um admirador ao fazer referência à vitória da paulista no reality show.

Crise em Manaus

Ainda na semana passada, a situação em Manaus voltou a se agravar após novo pico da Covid-19 no estado do Amazonas. Relatos de falta de oxigênio para pacientes em hospitais foram divulgados pela imprensa nacional, e uma força tarefa para envio de cilindros foi realizada nos últimos dias.

Em relatórios da Força Nacional do SUS, dados apontam que a evolução da crise de escassez do oxigênio na cidade havia sido detalhada, incluindo uma previsão exata de quando medidas mais duras precisariam ser tomadas. 

Segundo o Ministério Público do Amazonas (MP-AM), as causas e as consequências do problema em hospitais públicos e privados do estado deve ser investigada pelo órgão.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil