Pai mata as duas filhas após fazê-las de reféns e é preso em SP; caso comove vizinhos

Crianças de 5 e 6 anos foram encontradas mortas com cortes no pescoço

Meninas assassinadas pelo pai
Legenda: Homem é preso suspeito de matar as filhas de 5 e 6 anos após mantê-las reféns em Taquarituba, São Paulo
Foto: Reprodução Arquivo Pessoal

Um homem foi preso suspeito de matar as filhas de 5 e 6 anos nesta terça-feira (24) em Taquarituba, no interior de São Paulo, após mantê-las reféns na casa onde moravam, no Jardim Santa Rita, por cerca de seis horas. As informações são do G1

Natanael de Lima, de 28 anos, e a mãe das meninas são separados. O crime aconteceu quando a mulher deixou as filhas com ele e saiu para trabalhar. 

A Polícia Militar informou ter sido acionada no fim da manhã por moradores do bairro que notaram um vazamento de gás. Quando os policiais chegaram ao local, o homem que estava no imóvel se negou a abrir a residência e anunciou que estava mantendo as filhas reféns.

Ainda segundo a PM, o suspeito disse que as crianças estavam amarradas, mas não as mostrava para os oficiais. Em um determinado momento das negociações, a polícia decidiu entrar na casa, já que o homem não apresentava provas de vida das reféns.

Cortes no pescoço

Além disso, um equipamento do Corpo de Bombeiros detectou que as meninas não estavam se movimentando. Elas foram encontradas mortas com cortes no pescoço, uma na cama e a outra no chão do quarto. A casa estava revirada, com vários cacos de vidro espalhados, e o suspeito estava armado com uma faca.

Natanael foi detido com arma de choque e tiro de borracha. Ele foi preso em flagrante por homicídio e não declarou a motivação para o crime.

O crime provocou grande comoção entre os moradores da cidade de 23 mil habitantes. Durante a retirada dos corpos das meninas, vizinhos que estavam acompanhando a ocorrência rezaram. 

A ocorrência mobilizou as polícia Militar e Civil, Samu, Corpo de Bombeiros e o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), que saiu da capital paulista.

Homenagem

Na tarde desta quarta-feira (25), a mãe das meninas postou uma homenagem às filhas nas redes sociais. A publicação destaca um trecho da música "Que Mundo é Esse Tão Cruel", dos MCs Kevin o Chris e Cajá. 

No vídeo publicado, ela destacou o trecho da música que diz "se eu fecho os olhos, minha mente desenha você. Tapo os ouvidos, mas consigo escutar sua voz. Só de pensar que nunca mais eu vou te ver. Dói, dói, dói".

A Prefeitura de Taquarituba decretou luto oficial de três dias pela morte das crianças. Durante o período, a bandeira municipal ficará hasteada a meio mastro em todos os órgãos públicos da cidade.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil