Lázaro Barbosa é preso em Goiás, anuncia governador Ronaldo Caiado

O fugitivo era perseguido há 20 dias por uma força-tarefa policial

Após 20 dias de buscas, a força-tarefa montada para encontrar Lázaro Barbosa de Sousa conseguiu capturar o fugitivo nesta segunda-feira (28), em Goiás. No entanto, segundo o governador do estado Ronaldo Caiado, em entrevista à Globo News, o fugitivo morreu após um confronto com os policiais. 

"A informação que recebi imediatante, tão logo após confronto, fui informado por Major Edson, responsável pela Casa Militar do Governo, que junto da sua equipe, eles tiverem um confronto com Lázaro, troca de tiros. Naquele momento estava sendo deslocado para cidade de Cocalzinho para poder, aí sim, ter maiores detalhes", declarou o gestor à emissora. 

Um vídeo feito do momento da captura do homem pelos agentes de segurança é possível ver o corpo dele sendo carregado para uma ambulância. Não há informações se ele já estava sem vida nesse momento.  

Inicialmente, Caiado havia divulgado um vídeo nas redes sociais anunciando a prisão do fugitivo. Na mensagem, o político disse: "acabo de receber neste momento uma informação de todas as equipes que estão na região de Cocalzinho que o Lázaro foi preso".

Lázaro Barbosa
Legenda: Lázaro estava sendo procurado por mais de 270 agentes da Segurança Pública em Goiás
Foto: Divulgação

Na postagem, o governador agradeceu o empenho dos 270 policiais que atuaram para encontrar e capturar o homem, que é suspeito de ser o autor de uma chacina em Ceilândia, além de ser condenado por assassinatos e estupros. O fugitivo era procurado por uma série de crimes na Bahia e em Goiás.

"Vocês são motivo de muito orgulho para a nossa gente! Goiás não é Disneylândia de bandido", escreveu Caiado. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil

Assuntos Relacionados