Confira, em imagens, impactos do coronavírus no mundo

Até esta quarta-feira (11), o Covid-19 causou quarentenas, fechamentos de escolas, além de diminuir o fluxo nos aeroportos dos países mais afetados pela epidemia e abalar o mercado global, entre outros fatores

Legenda: Até esta quarta-feira (11), o Covid-19 causou quarentenas, fechamentos de escolas, além de diminuir o fluxo nos aeroportos dos países mais afetados pela epidemia e abalar o mercado global, entre outros fatores
Foto: AFP

O novo coornavírus, que ganhou status de pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS), deixou impactos no mundo todo. O órgão internacional vinculado à ONU já confirmou 118.162 casos de infecção e 4.290 mortes em todo o mundo.

O Brasil, apesar de não ter registrado óbito, está entre os 113 países com contágios. São 34 pacientes internados e outros 893 sob observação. No Ceará, não existem casos confirmados, apenas 20 suspeitas.

Até esta quarta-feira (11), o Covid-19 causou quarentenas, fechamentos de escolas, além de diminuir o fluxo nos aeroportos dos países mais afetados pela epidemia e abalar o mercado global, entre outros fatores. 

Confira, a seguir, imagens que ilustram os impactos do coronavírus no planeta:

Legenda: Praça de São Pedro
Foto: AFP

Praça e Basílica de São Pedro são cercadas para evitar acesso de turistas, na tentativa de conter o coronavírus no Vaticano. As visitas guiadas pelos pontos turísticos também serão encerradas até o dia 3 de abril. O Estado confirmou o primeiro caso de coronavírus na última sexta-feira (6).

 

Legenda: Pulverização na Coreia do Sul
Foto: AFP

Na Coreia do Sul, funcionários do Governo pulverizam desinfetantes pela ruas, a fim de diminuir o contágio de Covid-19. O país é o quarto mais afetado, no mundo inteiro, pela nova epidemia, com mais de 50 pessoas mortas e 7.000 infectados.

Legenda: Falta de material de higiene por causa do coronavírus
Foto: AFP

Nos Estados Unidos, farmácia novaiorquina avisa que foram esgotados de seu estoque produtos como máscaras, luvas, antisséptico de mãos, entre outros. A busca por produtos do gênero tem crescido grandemente em todo mundo. No país americano, que já registrou 25 mortes e 696 casos confirmados da doença, não foi diferente.

Legenda: Valencia x Atalanta a portas fechadas
Foto: AFP

Vista aérea do estádio Mestalla, em Valência, na Espanha, mostra a partida entre Valencia e Atalanta, na fase de grupos da Champions League, sendo realizada a portões fechados. Esta foi uma medida tomada para evitar aglomerações e conter o coronavírus no país, que já tem 1.639 infectados e 36 mortes.

Legenda: Esvaziamento de aeroportos na Itália
Foto: AFP

Imagem mostra fila de check-in vazia no aeroporto de Milão, na Itália, consequência da suspensão, por várias companhias aéreas, de voos domésticos e internacionais para o território. O país, o segundo mais afetado pela epidemia de coronavírus no mundo (631 mortos e 10.149 infectados), isolou 60 milhões de italianos, a partir dessa terça-feira (10), na tentativa de conter o contágio. 

Legenda: Pacientes são transferidos de unidades de saúde, na China
Foto: AFP

Na China, pacientes são transferidos de centros médicos temporários de tratamento do coronavírus para hospitais especializados, construídos com esta função. O número de infecções e mortes diárias, no país, em decorrência da epidemia de coronavírus tem diminuído diariamente, mas ainda é o território mais afetado pela doença (quase 90 mil casos e 3.162 mortos).

Legenda: Cruzeiro "Grand Princess", nos Estados Unidos
Foto: AFP

Após 21 pessoas a bordo do cruzeiro "Grand Princess", nos Estados Unidos, terem sido diagnosticadas com coronavírus, a embarcação foi isolada no porto de Oakland. Na segunda-feira (9), os  3,5 mil passageiros e tripulantes desembarcaram do navio e seguiram a instalações militares para passarem por um período de quarentena.  

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo

Assuntos Relacionados