Suspeito de envolvimento nas mortes de Gegê do Mangue e Paca é preso em São Paulo

Ele foi denunciado pelo Ministério Público à Justiça pela participação no crime

Escrito por Redação,

Segurança

A Polícia Federal prendeu na manhã desta quarta-feira (16) o acusado de assassinar Rogério Jeremias de Simone, o Gegê do Mangue, e Fabiano Alves de Souza, o Paca, em fevereiro de 2018. O homem, identificado como Jefte Ferreira dos Santos, era considerado foragido, além de ter sido denunciado pelo Ministério Público à Justiça pela participação no crime. Ele foi detido em São Paulo.

LEIA AINDA:
Relembre o atentado cinematográfico que matou os líderes do PCC no Ceará
Já dado como morto, 'Andrezinho da Baixada' pede liberdade

De acordo com a polícia, Jefte foi preso numa casa de praia em Itanhaém, litoral sul de São Paulo. Ele estava com o namorado. Após a prisão, ele foi levado para a Superintendência da Polícia Federal na capital do estado.

Segundo a delegada Vanessa Souza, Jefte fez a preparação logística para receber outros envolvidos que vieram de São Paulo para participar do crime. Ele reservou o hotel e fez alguns pagamentos. 

Os agentes da PF apreenderam com Jefte telefones celulares. Ele deverá permanecer em São Paulo até ser transferido para o Ceará, onde o crime foi cometido e onde estão concentradas as investigações do caso. 

Mortes em Aquiraz

Gegê e Paca eram líderes da facção Primeiro Comando da Capital (PCC). Os dois foram assassinados no dia 15 de fevereiro de 2018 e os corpos só foram encontrados no dia seguinte, próximo a uma mata fechada. A execução dos dois aconteceu mediante um ousado planejamento, que incluiu até o uso de um helicóptero.

O caso ganhou repercussão à medida que surgiam revelações sobre o crime misterioso e a vida luxuosa que a dupla do PCC levava com suas famílias no Ceará, desde setembro de 2017.

Crime

Confira a lista de acusados pelo crime:

  • Gilberto Aparecido dos Santos, o 'Fuminho' -  homicídio duplamente qualificado, organização criminosa, falsificação de documento e concurso de pessoas
  • Erick Machado Santos, o 'Neguinho Rick da Baixada' - homicídio duplamente qualificado, organização criminosa, falsificação de documento e concurso de pessoas
  • Tiago Lourenço de Sá de Lima - homicídio duplamente qualificado, organização criminosa, falsificação de documento e concurso de pessoas
  • André Luís da Costa Lopes, o 'Andrezinho da Baixada' - homicídio qualificado, organização criminosa e concurso de pessoas
  • Ronaldo Pereira Costa - homicídio qualificado, organização criminosa e concurso de pessoas
  • Carlenilto Pereira Maltas, o 'Ceará' - homicídio qualificado, organização criminosa e concurso de pessoas
  • Renato Oliveira Mota - homicídio qualificado, organização criminosa e concurso de pessoas
  • Felipe Ramos Morais - homicídio qualificado, organização criminosa e falsificação de documento
  • Maria Jussara da Conceição Ferreira Santos - homicídio qualificado e organização criminosa
  • Jefte Ferreira Santos - homicídio qualificado e organização criminosa