Polícia cumpre mandado de prisão em investigação sobre morte de prefeito de Granjeiro

Agentes de segurança também cumprem mandados de busca e apreensão

Legenda: Operação em Granjeiro investiga a morte do gestor João Gregório Neto, morto em 24 de dezembro de 2019
Foto: Valéria Alves

A Polícia Civil do Ceará cumpre, na manhã desta quinta-feira (9), mandado de prisão na investigação sobre a morte do prefeito de Granjeiro, João Gregório Neto, no dia 24 de dezembro do ano passado. Também são cumpridos mandados de busca e apreensão em Granjeiro e em Pernambuco. Ainda de acordo com a Polícia, durante a operação, foi apreendido o veículo utilizado para dar suporte ao crime.

[Atualização às 9h12, de 09/01/20] O Sistema Verdes Mares noticiou que a Polícia prendeu um suspeito de envolvimento na morte do prefeito de Granjeiro. A informação correta é de que a Polícia ainda cumpre mandado de prisão.

Crime

Legenda: Prefeito de Granjeiro tinha 54 anos e foi eleito em 2016 com 52% dos votos

João Gregório Neto foi morto a tiros enquanto caminhava próximo à parede do Açude Junco. A vítima foi atingida pelas costas. A polícia apurou com moradores na época do crime que um veículo foi visto se aproximando do gestor. Logo depois, foram ouvidos pelo menos três disparos. Moradores tentaram socorrer o prefeito, mas quando chegaram próximo ao local ele já estava morto.

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança