PF deflagra operação em Fortaleza contra estrangeiro investigado por racismo

O alvo da operação 'Stop Hating' é um cidadão americano, com residência no Brasil. Mandado e busca e apreensão é cumprido

Escrito por Redação, seguranca@svm.com.br

Segurança
pf fachada
Legenda: A investigação teve início em 2021 e contou com auxílio da Interpol
Foto: Divulgação

A Polícia Federal (PF) deflagrou em Fortaleza, na manhã desta terça-feira (21) a 'Operação Stop Hating'. A operação tem como alvo principal um cidadão norte-americano, com residência no Brasil, suspeito de propagar ódio na internet por meio de comentários de cunho racista.

Os policiais cumpriram um mandado de busca e apreensão expedido pela 11ª Vara da Justiça Federal. Conforme a Polícia, o homem estaria propagando o crime de ódio em vídeos publicados em sites, na rede mundial de computadores.

As investigações tiveram início ainda no ano passado, a partir de cooperação por meio da Organização Internacional de Polícia Criminal, a Interpol. O suspeito não foi preso até o momento.

"Os comentários eram inscritos em vídeos de notícias de caso que repercutiu nos Estados Unidos, envolvendo um segurança americano, morto em Minneapolis, no dia 25 de maio de 2020, por asfixia ao ter o pescoço prensado pelo joelho de um policial"
PF

A Polícia também informou que a investigação continua, agora com a análise do material apreendido durante as buscas. Se condenado, o investigado pode responder pelo crime de ódio, com pena de até cinco anos de prisão.

A operação batizada de 'Stop Hating' remete a 'pare de odiar', em inglês. Nome do suspeito e imagens não foram divulgados pela Polícia.