Moradores denunciam 'racha' de veículos na avenida Washington Soares; vídeo

A Polícia Militar disse que tomou conhecimento acerca das denúncias e que realiza fiscalizações diárias na avenida; moradores podem relatar a prática por meio do número 190.

Moradores do entorno da Avenida Washington Soares, no bairro Sapiranga, denunciam a prática de "racha" de veículos na via, que ocorrem, principalmente, às quintas-feiras à noite.

Um vídeo, gravado na noite desta quinta, mostra dois carros que ficam emparelhados e, em seguida, os motoristas começam uma corrida em meio ao tráfego da avenida. Nas imagens, percebe-se ainda uma movimentação intensa de pessoas e veículos ao lado de um posto de combustíveis. 

Duas viaturas, uma da Polícia Militar do Ceará (PMCE) e outra da Polícia Rodoviária Estadual do Ceará (PRE-CE) passam ao lado do posto que é citado pelos moradores como o local de encontro dos motoristas.

Fiscalização e denúncia

A Polícia Militar do Ceará (PMCE) informou, por meio de nota, que tomou conhecimento acerca das denúncias e, já vem realizando fiscalizações diárias na avenida Washington Soares, em Fortaleza, para coibir corridas ilegais entre automóveis. O Batalhão de Polícia de Trânsito Urbano e Rodoviário Estadual (BPRE) disse que desenvolve ações de patrulhamento ostensivo, blitze e orientações aos usuários para conscientizá-lo sobre os riscos desse tipo de conduta. 

Segundo a polícia, praticar “racha” é uma infração de trânsito gravíssima que pode levar à suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), aplicação de multa e remoção do veículo. Os "pegas" colocam em risco a vida do de quem participa deles e de terceiros, inocentes. O órgão reforça que qualquer pessoa que flagrar esse tipo de prática pode ligar para a PM, por meio do 190.

O que diz a lei

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a multa é de R$ 2.934,60, além de ter a suspensão do direito de dirigir e o veículo removido. Se o motorista for reincidente com menos de 12 meses, aplica-se o dobro da multa prevista, ou seja, um valor de R$ 5.869,40. 

Além de infração, é crime de trânsito também. Os motoristas que forem condenados por participação em rachas estarão sujeitos a penas que poderão chegar a 10 anos de reclusão, no caso de morte, previsto pelo CTB.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança