Jovem é morto a tiros em invasão de criminosos à Comunidade das Quadras, em Fortaleza

De acordo com policiais militares que estavam na ocorrência, os atiradores efetuaram vários disparos de arma de fogo no local

Escrito por Redação,

Segurança
Polícia Militar na Comunidade das Quadras, em Fortaleza, no Ceará
Legenda: O homem tinha antecedentes criminais por tráfico de drogas e crime contra a paz pública
Foto: Rafaela Duarte

Um homem de 27 anos, identificado como Oscar de Assis dos Santos, foi morto a tiros durante uma invasão de criminosos à Comunidade das Quadras, no bairro Aldeota, em Fortaleza, na noite dessa segunda-feira (22). Ninguém havia sido preso até a publicação desta matéria.

De acordo com militares que estavam na ocorrência, os atiradores chegaram à Rua Santa Cecília em um HB20, de cor branca, estacionaram o carro, entraram no local a pé e efetuaram vários disparos de arma de fogo.

À reportagem, testemunhas relataram que Oscar de Assis era morador da região. Segundo eles, os invasores que balearam a vítima atiraram de maneira aleatória.

Também conforme os policiais, o jovem havia sido posto em liberdade recentemente. Há a suspeita de o crime estar relacionado a brigas entre facções criminosas.

A Secretaria da Segurança Pública informou que o homem tinha antecedentes criminais por tráfico de drogas e crime contra a paz pública. A 1ª Delegacia do Departamento de Homicídios investigará as circunstâncias do crime.

Outros casos

Em abril deste ano, uma dona de casa foi morta ao ser baleada na cabeça durante outra invasão de membros de uma facção criminosa à Comunidade das Quadras.

Maria Eliane Ribeiro da Silva, de 42 anos, estava na janela de casa, também na Rua Santa Cecília, quando foi atingida pelos criminosos.

Já no mês seguinte, um jovem de 18 anos também morreu a tiros na esquina das ruas Felicidade e Beni de Carvalho. Gilvan Lago Miranda Mota Mesquita estava próximo de casa quando foi surpreendido pelos disparos. 

Os atiradores chegaram ao local em um carro com marcas de tiros e placas clonas, tendo sido abandonado minutos depois na Rua Tomás Rodrigues, na Aldeota. 

Prisão

Um dia depois da morte de Maria Eliane, um suspeito de envolvimento no ataque ao local foi preso. Luiz Felipe Anselmo Maciel, 22 anos, foi autuado em flagrante por participação no homicídio.

Na ocasião, a Polícia Civil informou que localizou jovem por meio de informações de outros possíveis participantes do tiroteio. Ele foi capturado na Comunidade dos Trilhos, no Papicu, região em que morava.

Assuntos Relacionados