Morre mulher baleada durante invasão à Comunidade, na Aldeota; suspeita é de represália à chacina

Vítima foi atingida por suspeitos que estavam em uma motocicleta

Rua da Comunidade das Quadras em que mulher morreu baleada na cabeça
Legenda: A Polícia Civil investigará hipóteses de disputas entre facções.
Foto: Rafaela Duarte

A dona de casa Maria Eliane Ribeiro da Silva, 42 anos, morreu após ser baleada na cabeça na Comunidade das Quadras, no bairro Aldeota, na noite dessa segunda-feira (26). Ela estava na janela de casa quando foi atingida.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), os suspeitos chegaram à Rua Santa Cecília em uma motocicleta e dispararam contra a vítima. Embora tenha sido levada pelos moradores para o Instituto Doutor José Frota (IJF), ela não resistiu.

Vítima de tiro na cabeça à esquerda; janela em que vítima foi atingida, à direita
Legenda: Maria Eliane foi levada a hospital em estado grave. Moradores disseram que suspeitos atiraram aleatoriamente.
Foto: reprodução; Rafaela Duarte

Equipes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil do Ceará (PCCE), estão realizando diligências com o intuito de identificar e prender os suspeitos, segundo SSPDS. A Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) esteve no local para coleta de vestígios para auxiliar as investigações.

Possível 'revide'

Composições do 8º e do 22º Batalhão da Polícia Militar do Ceará (PMCE) acreditam na hipótese de que o ataque tenha sido um revide à Chacina do Barroso, ocorrida no último domingo (25). 

Há, também, a possibilidade de os envolvidos terem relação com facção criminosa atuante na Comunidade dos Trilhos, no bairro Papicu, a qual seria rival. As duas teses serão investigadas.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança