Criança de 5 anos morre atropelada por motorista bêbado na véspera do aniversário, em Caucaia

O garoto estava com a mãe em uma bicicleta na BR-222. O motociclista foi preso em flagrante

Escrito por Paulo Sadat e Carol Melo,

Segurança
BR-222 com uma moto e uma bicicleta ao chão, durante a noite, após um motociclista matar uma criança atropelada em Caucaia
Legenda: A mãe do menino ficou gravemente ferida e foi socorrida para uma unidade de saúde da região
Foto: Paulo Sadat

Uma criança de cinco anos foi atropelada e morta, na noite deste domingo (22), enquanto trafegava com a mãe, que ficou gravemente ferida, em uma bicicleta na BR-222, em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista suspeito de causar o acidente conduzia uma motocicleta e havia consumido bebida alcoólica.  

A mulher, de 37 anos, seguia pela rodovia federal com o filho quando, próximo ao viaduto de acesso ao Conjunto Metrópole, foram atingidos pelo veículo. O garoto morreu ainda no local do acidente. Esta segunda-feira (22) seria o aniversário de seis anos dele.  

Agentes da PRF realizaram um teste de etilômetro, conhecido como "bafômetro", no motorista e foi constatado a presença de álcool. O homem, identificado como Rosberg do Nascimento Moreira, de 28 anos, confirmou aos policiais que havia ingerido bebida antes de dirigir.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS), o motociclista, que possui antecedentes criminais por furto de carga e associação criminosa, foi preso em flagrante por homicídio culposo no trânsito e lesão corporal culposa, ambos em decorrência da alcoolemia. 

Conforme a PRF, a mãe do menino ficou gravemente ferida e foi socorrida para uma unidade de saúde da região com lesões no crânio. Até a publicação deste material, não há informações sobre o estado de saúde dela.

Equipes da Polícia Militar do Ceará (PMCE), da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) compareceram ao local. O caso foi atendido pela PRF e o procedimento foi transferido para o 23º Distrito Policial (DP).