Camilo se posiciona contra festas de Carnaval e Réveillon; comitê da pandemia vai discutir assunto

Governador se manifestou considerando a situação "neste momento". Declaração foi feita nas redes sociais na noite deste domingo (21)

Legenda: Camilo Santana demonstrou preocupação com o novo avanço da Covid pelo mundo e a realização de grandes aglomerações no Réveillon e Carnaval
Foto: Natinho Rodrigues

O governador Camilo Santana manifestou que, neste momento, é contra a realização de grandes festas de Carnaval e Réveillon e que eventos festivos com grandes aglomerações e bebida "necessitariam de absoluto controle, com todas as pessoas comprovadamente vacinadas".

A declaração foi feita pelo chefe do executivo estadual nas redes sociais na tarde deste domingo (21). Ele disse ainda que o tema será discutido pelo Comitê da Pandemia, "que analisará os dados epidemiológicos e os números da vacinação, além das propostas apresentadas para a realização de festas".

Camilo Santana revelou preocupação com os casos de Covid, que estão "aumentando em várias partes do mundo". Ele lembrou que isso vem acontecendo principalmente em áreas menos vacinadas. "Lutarei com todas as forças para que não ocorra o mesmo no Ceará".

"Nossa prioridade absoluta continuará sendo salvar vidas, além de buscarmos fortalecer a economia. Mas, para isso, precisamos controlar completamente a pandemia. E isso só ocorrerá com a vacinação em massa. Uma nova onda de Covid seria terrível para todos", enfatizou o chefe do executivo estadual.

O governador acrescentou que qualquer medida em relação ao assunto "só será tomada com muito critério e sempre seguindo a ciência". "Disso não abrirei mão jamais", arrematou.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza