Paciente renal fica em estado grave após ser atacado por pitbull ao chegar em casa em Fortaleza

Vítima tentou subir em uma árvore, mas não conseguiu escapar do animal; tutora do pitbull prestou esclarecimentos em delegacia

Escrito por Redação,

Metro
Casa
Legenda: Tutora do animal ficou nervosa, conforme os relatos, e foi levada para prestar depoimento policial
Foto: Rafaela Duarte

O paciente renal Everton da Cunha, de 28 anos, foi atacado por um pitbull e ficou gravemente ferido no momento em que chegava em casa, no bairro Rodolfo Teófilo, na noite deste sábado (20). Vizinhos tentaram afastar o animal, e a vítima foi levada para uma unidade de saúde. A tutora do cão prestou esclarecimentos no 10º Distrito Policial.

Everton veio Tabatinga, no Amazonas, para Fortaleza em busca de um transplante de rins. Na Capital, vive com a esposa e o filho de um ano. "Ele perdeu muitos sangue devido aos ferimentos, que foram mais na cabeça, no peito e nas pernas", detalha Cleumice Bentes, de 24 anos, esposa da vítima.

Ao voltar para casa depois de fazer compras, foi quando o homem foi alcançado pelo animal. "Ele tentou subir numa árvore, mas o cachorro puxou e começou a atacar, ele correu para outro lado e tentou pular a cerca do vizinho, mas não conseguiu". Cleumice diz que o atendimento por ambulância demorou a chegar.

Muitas pessoas chegaram para tentar evitar os ferimentos, como explica o vizinho Francisco Chagas. “Eu estava na minha casa quando ouvi uma pessoa gritando muito alto, me aperriei, e minha esposa disse que era um cachorro atacando um rapaz que vinha do mercantil”, relembra.

Cachorro estava solto

O cachorro não estava preso e saiu da garagem enquanto o homem passava no local, conforme informações das testemunhas. A população tentou intervir, usando pedaços de madeira, com a presença da tutora do animal. “Ela veio ajudar, mas estava muito nervosa, sem saber o que fazer”, comenta Francisco.

A mulher foi conduzida por policiais para o 10º Distrito Policial para ser ouvida. Um boletim de ocorrência foi registrado, como informou, em nota, a Secretaria da Segurança Pública (SSPDS). A Polícia Civil apura as circunstâncias do caso.

Depois do ataque, um profissional da saúde da região fez os primeiros socorros, e a vítima, que levou várias mordidas, foi levada para atendimento médico. O homem está internado, com acompanhamento da esposa, mas não teve detalhes do estado de saúde divulgado.