Pianista realiza concerto de projeto 'Orgulho de Ser Cearense' no Morro do Feiticeiro, em Tamboril

Paulo Rodrigo já percorreu duas cidades do Ceará com o projeto, que terá o terceiro clipe lançado na segunda (4)

Legenda: Em Tamboril, Paulo Rodrigo escolheu o Morro do Feiticeiro como principal cenário do videocliple
Foto: Júlio Maia

O pianista cearense Paulo Rodrigo, de 37 anos, já ficou conhecido por percorrer cidades cearenses para tocar. Agora, com o projeto 'Orgulho de Ser Cearense', que pretende passar por 12 municípios do estado para levar arte, ele chegou a Tamboril, no Sertão dos Inhamuns. No local, ele deve gravar o terceiro videoclipe da inciativa.

A produção audiovisual levará o nome da própria cidade onde será filmado,  com lançamento marcado para a segunda-feira (4/10), data que coincide com a festa de aniversário de 167 anos do município.

Para isso, um telão especial será montado na praça principal da cidade, com transmissão simultânea no canal do pianista Paulo Rodrigo, no YouTube. Às 20h, moradores de Tamboril e admiradores do projeto poderão conferir o trabalho, com um trilha única dedicada ao local.

"A gente espera levar, como em todas as cidades onde o projeto já passou e vai passar, um legado, deixar um patrimônio, que é uma música pra região e que a gente possa realmente destacar essa cidade", explica ele ao abordar a ideia principal do projeto.

Formação rochosa

Para integrar o videoclipe, que trará imagens de diversos espaços, Paulo Rodrigo foi até o Morro do Feiticeiro, formação rochosa que pode ser vista de qualquer ponto de Tamboril. A intenção, o pianista, explica, era utilizar o cenário como o principal e não apenas como plano de fundo.

No entanto, se engana quem pensa que a tarefa foi simples. Na busca de tirar a ideia do papel, o artista precisou montar uma expedição para escalar o morro, com dois dias para levar o piano azul até o topo, onde fica um cruzeiro. Com o fim da gravação no lugar, a quantidade similar de dias foi usada para desmontar o cenário.

Legenda: Paulo espera que, em breve, o Morro posa estar acessível por meio de projeto da prefeitura
Foto: Júlio Maia

"As imagens que vamos mostrar, ninguém nunca fez. São imagens aéreas, panorâmicas lindíssimas", garante ele. Porém, também lembra que a subida não foi feita sem apoio, reforçando que toda a segurança necessária foi requisitada.

"O exército já fez algumas operações lá, inclusive colocou um mastro para hastear uma bandeira, mas o acesso é muito ruim. A gente teve que ir com três pessoas do Corpo de Bombeiros abrindo trilha com facão", pontua.

Projeto

Ao todo, Paulo Rodrigo deseja passar pelo total de 12 cidades no projeto batizado de “Orgulho de Ser Cearense”. Segundo ele, em cada local é realizado um estudo para conhecer os aspectos históricos e culturais, identificando também pontos poucos conhecidos. 

Logo depois, o roteiro é exposto para as prefeituras como forma de obter patrocínio e viabilizar o projeto, que inclui vendas de camisetas para reverter a renda para instituições locais. 

Até o momento, dois clipes foram lançados pelo pianista: um em Fortim e outro em Baturité. Em Fortim, por exemplo, escolheu o mar como protagonista, usando ângulos que valorizaram as águas cearenses. Veja imagens:

Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará