Projeto que institui política estadual de proteção animal é enviado à Assembleia

A iniciativa integra uma série de ações que devem ser anunciadas pelo Governo para o combate à violência contra animais

Três cachorros interagindo com pessoa através de grande
Legenda: Segundo o gestor estadual, o conjunto de normas deve instituir uma política que regulamenta, protege e puni os maus-tratos e garante a proteção dos animais
Foto: Fabiane de Paula

O governador Camilo Santana (PT) assinou, nesta terça-feira (21), projeto de lei para a instauração de uma política de proteção animal no Ceará. O documento segue para a Assembleia Legislativa, onde deve ser discutido pelos parlamentares. 

"Esse projeto vai instituir uma política que regulamenta, que protege, que puni, os maus-tratos e garante a proteção animal aqui no estado", detalhou o gestor durante transmissão ao vivo nas redes sociais. 

A ação integra uma série de iniciativas que devem ser anunciadas "em breve" pelo Governo do Estado para o combate à violência contra animais, em especial animais domésticos, segundo o governador. 

Na ocasião, Camilo destacou ainda a política executada na área pelo município de Fortaleza, que afirmou ser um exemplo que deve ser levado para outras localidades do Ceará. 

O projeto segue agora para a Assembleia Legislativa do Estado e deve ser submetido aos questionamentos e sugestões dos deputados estaduais.  

"Espero que haja um bom debate naquela casa. Que se aprove, e se façam as contribuições necessárias para aperfeiçoar o projeto e que a gente em breve possa sancionar, anunciando ações importantes para essa área", declarou.

Assistência aos animais

O governador ainda aproveitou para destacar a atuação do Hospital Veterinário Professor Sylvio Barbosa Cardoso, vinculado à Faculdade de Veterinária da Universidade Estadual do Ceará (Uece), na assistência aos animais em território cearense. 

A unidade de saúde pública, que fica localizada em Fortaleza, é uma das maiores destinadas ao tratamento de animais das regiões Norte e Nordeste.

No hospital são ofertados serviços de atendimento clínico veterinário, aplicação de vacinas, exames, internações, cirurgias, unidade de tratamento intensivo (UTI), orientação técnica nas práticas de criação, identificação e controle de natalidade de animais abandonados.