Bolsonaro tem 53% de reprovação e 22% de aprovação, diz pesquisa Datafolha

A pesquisa foi divulgada nesta quinta-feira (16)

Bolsonaro falando ao microfone
Legenda: Pesquisa mostra reprovação recorde do governo Bolsonaro
Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Mais da metade da população brasileira (53%) considera o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ruim ou péssimo, aponta pesquisa Datafolha publicada nesta quinta-feira (16). A reprovação aumentou em dois pontos percentuais em relação ao levantamento realizado em julho deste ano, quando o índice era de 51%. 

A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.

22% da população avalia a gestão bolsonarista como ótima ou boa. Uma queda também de dois pontos percentuais na comparação com o último dado (24%).

Para a análise, foram ouvidas 3.667 pessoas, entre os últimos dias 13 e 15 de setembro, em 190 municípios do Brasil. 

Avaliação do governo Bolsonaro, segundo o Datafolha:

  • Ótimo/bom: 22% (eram 24% no levantamento anterior)
  • Regular: 24% (eram 24%)
  • Ruim/péssimo: 53% (eram 51%)
  • Não sabe: 1% (era 1%)

O resultado ocorre após os atos antidemocráticos do 7 de setembro. Durante as manifestações, Bolsonaro afirmou que não cumpriria determinação proferida pelo relator de inquéritos que o investigam, o ministro Alexandre de Moraes. O chefe do Executivo chamou, ainda, o magistrado de "canalha".

No dia seguinte, em resposta aos ataques do presidente contra o Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente da Corte, ministro Luiz Fux, disse que o desrespeito a decisões judiciais configura crime de responsabilidade — o que poderia viabilizar um pedido de impeachment. 

Sob pressão, Bolsonaro recuo. No dia 9 de setembro, emitiu uma "declaração à nação" para dizer que as ameaças contra o STF '"decorreram do calor do momento".