Saiba os sintomas da Influenza A H3N2

Diversos estados brasileiros vivem surtos epidêmicos, alguns em momentos atípicos

Escrito por Diário do Nordeste e Estadão Conteúdo,

Metro
vacina da influenza
Legenda: Vacinas são efetivas contra os subtipos da influenza
Foto: JOE RAEDLE / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP

Os casos do vírus influenza A H3N2 estão se multiplicando por todo o país e gerando o alerta entre especialistas de saúde. Trata-se de um dos vírus de maior circulação mundial entre as Síndromes Gripais (SG) e com sintomas parecidos aos de uma gripe comum. 

Pacientes infectados podem apresentar febre alta com início agudo, cefaleia, dores articulares, constipação nasal e inflamação de garganta e tosse. Em alguns casos pode haver vômito e diarreia, sendo estas manifestações pouco frequentes e mais comuns em crianças.

O H3N2 é considerado sazonal e bem conhecido ao redor do mundo desde que ocorreu uma pandemia em 1968 (gripe de Hong Kong). No Ceará. 18 casos positivos da doença foram confirmados pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) somente em dezembro. 

A Sesa ampliou o alerta para identificação dos vírus respiratórios, a fim de detectar os casos da variante. Uma nota informativa foi publicada nesta quinta-feira (16), mas a pasta afirma que a medida é preventiva, "diante do cenário apresentado em outros estados brasileiros, que vivenciam epidemias de influenza neste fim de ano".

Especialistas apontam a alta incidência dos casos relacionada à baixa cobertura vacinal. Por causa da pandemia de Covid-19, muitas pessoas deixaram de se vacinar na campanha nacional contra o influenza, realizada pelo Ministério da Saúde de abril a julho deste ano. Também lembram que a flexibilização das medidas contra a Covid permitiu uma ação mais ampla do vírus da gripe, mesmo fora de época.

Assuntos Relacionados