Metrô e VLT de Fortaleza terão horário de funcionamento reduzido a partir de quarta-feira (3)

Metrofor explicou que a redução obedece às normas do novo decreto estadual e será provisória

VLT de Fortaleza altera horário de funcionamento
Legenda: A linha Oeste mantém o funcionamento dentro do mesmo horário, sem alteração
Foto: Natinho Rodrigues

A Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos (Metrofor) informou nesta segunda-feira (1º) que as linhas Sul e VLT Parangaba-Mucuripe, de Fortaleza, terão redução no horário de funcionamento, de forma provisória, a partir de quarta-feira (3). Desta forma, as linhas encerraram o funcionamento às 22h, quase duas horas mais cedo que o horário habitual.

De acordo com a empresa, a mudança considera a necessidade de adequação do transporte público ao contexto trazido pelo novo decreto estadual emitido pelo governador Camilo Santana, que visa barrar o avanço da Covid-19. A linha Oeste mantém o funcionamento dentro do mesmo horário, sem alteração.

Veja novas medidas que valem até 7 de março:

- Toque de recolher entre 20h e 5h, de segunda a sexta-feira, e entre 19h e 5h aos sábados e domingos, com saídas permitidas somente em situação de comprovada necessidade;

- Comércio de rua funciona de segunda a sexta-feira até as 17h. As outras atividades econômicas e as religiosas, até 19h. Serviços essenciais podem funcionar após esse horário. No sábado e domingo, restaurantes funcionam até as 15h, e outras atividades econômicas e religiosas até as 17h;

- Espaços públicos continuam com circulação restrita todos os dias a partir das 17h;

- Igrejas devem realizar suas atividades com até 30% de sua capacidade, e estimular as celebrações de forma virtual;

- Academias de ginástica devem funcionar com 30% de sua capacidade, devendo fazer o agendamento de horários para o devido cumprimento de todos os protocolos sanitários;

- Continua remoto o trabalho para servidores públicos, com exceção das atividades essenciais. Recomendação para a mesma medida junto ao setor privado;

- Seguem as barreiras sanitárias em Fortaleza, com recomendação para o controle por parte dos municípios no Interior.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza