Marcela Fabrício: conectar é a sua missão

A entrevistada do Dona de Si é uma mulher que impulsiona carreiras, estimula o empoderamento feminino e é Instrutora Internacional em Inteligência Facial no Brasil.

Legenda: Marcela Fabrício
Foto: Divulgação

Marcela Fabrício é campo-grandense, mas foi em Fortaleza onde encontrou, por duas oportunidades (de 2010 a 2015 e de 2018 a 2021), o destino certo para o seu crescimento profissional e pessoal.  

É uma apaixonada pela nossa “Terra do Sol” e, mesmo retornado a Campo Grande /MS nesse ano, a capital do Ceará continua sendo um dos locais em que seu trabalho está em constante expansão. 

É casada com o Juliano, mãe dos gêmeos, Arthur e Giovanna, e da pequena Dominique. A empresária tem na família uma de suas bases para crescer e empreender. 

Como empresária e empreendedora, crê e trabalha por um mundo melhor. É uma eterna alma empreendedora e estudiosa do comportamento humano. Apaixonada por conectar pessoas a elas mesmas, entendendo ser essa a sua missão de vida.  

Foi na vivência e imersão nos bastidores da moda em Paris que complementaram sua visão de mundo no seu negócio, trazendo o mais alto padrão de qualidade aos seus treinamentos. Fundou a MF Academy, onde é CEO e, também, é diretora da FIPI Brazil (Federação Internacional dos Profissionais da Imagem).  

Conheça Marcela Fabrício e como ela desenvolve todo esse trabalho de morfopsicologia, eneagrama das personalidades e vários outros processos de fortalecimento da imagem pessoal das mulheres, na Série DONA DE SI. 

 

Quem é Marcela Fabrício? 

Sou uma eterna alma empreendedora e estudiosa do comportamento humano. Tenho uma missão: conectar pessoas com elas mesmas. Vivi e imergi nos bastidores da moda em Paris ampliando a minha visão de mundo no segmento que atuo e impactando na qualidade que dedico aos meus negócios e treinamentos. Sou uma pessoa determinada, bem-humorada, que luta com “unhas e dentes” pela família, crendo e trabalhando por um mundo melhor. Tenho aversão a injustiça. Busco por vivências e cursos com o objetivo de valorizar a individualidade e somar para o coletivo. O autoconhecimento é onde encontro o meu equilíbrio e propósitos de vida. Sou entusiasta, amo viver, dirigir e viajar. 

Como foi a sua trajetória profissional até ser Instrutora Internacional em Inteligência Facial no Brasil? 

Sou administradora, pós-graduada em gestão de empresas e gerenciamento de projetos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Especializei-me em gestão estratégica de times pela Fundação Dom Cabral, além de estrategista de imagem pessoal e corporativa (Dress Code).  No campo da morfopsicologia (estudo da relação entre externo e interno retratando os processos físicos e psicológicos do individuo) lancei e patenteei o meu método exclusivo de “morfocomunicação360”, o qual recebo convites para cursos e treinamentos em todo o Brasil. Em breve explicação, significa que, apesar de  quase todas as pessoas saberem que o estilo e a aparência são um reflexo de sua personalidade, segundo a morfopsicologia, a associação é muito mais profunda. No meu curso, ensino e conscientizo as mulheres. 

Como empresária, professora e mentora fundei o MFacademy (Marcela Fabrício Imagem e Comportamento), após minha formação acadêmica e experiência de 13 anos no mercado corporativo de grandes companhias e instituições governamentais por onde passei. 

Atraída pela área de imagem pessoal e corporativa, tornei-me referência na formação de profissionais da área da imagem e, atualmente, estou como Instrutora Internacional em Inteligência Facial no Brasil, especialista em morfopsicologia, eneagrama das personalidades, varejologia e encantamento Disney.  

Legenda: Marcela Fabrício: "Um de meus maiores valores é a conexão com meus clientes e alunos".
Foto: Divulgação

Dedico parte do meu tempo ao contato com meu público por meio do atendimento individual, já que um de meus maiores valores é a conexão com meus clientes e alunos. É esse tipo de atividade que exercito a empatia, melhoro as habilidades técnicas e emocionais, direciono na busca do autoconhecimento e levo a confiança pessoal.

O que te deu o “start” para empreender? 

Sempre tive o sonho de ter independência financeira, poder comprar minhas coisas, viajar e possibilitar uma vida confortável e feliz para minha família.  

Investi na carreira corporativa e me dediquei a ela como executiva de negócios por vários anos, até que por motivos de saúde (cirurgias de joelho) precisei me afastar um tempo das atividades profissionais, via carteira registrada. Despretensiosamente, fui fazer uma formação internacional em consultoria de imagem e estilo por insistência do meu esposo, que desejava que eu tivesse uma atividade menos desgastante e fizesse algo que me permitisse ter mais controle da minha agenda (na época eu viajava 70% do mês). Fiquei apaixonada pela área, pela liberdade de horário e pela possibilidade de passar mais tempo com a família.  Foi assim que mergulhei de corpo e alma na arte de empreender. 

Como consegue conciliar a vida profissional e a vida familiar?

Essa parte, confesso, não é tarefa fácil (risos), mas como boa canceriana que sou concilio, tranquilamente, esses papéis, pois incluo a família nas minhas rotinas.

Legenda: Marcela Fabrício com o esposo Juliano e os filhos, os gêmeos: Arthur e Giovanna e, a filha caçula, Dominique.
Foto: Divulgação

Minha bebê (Dominique – 3 anos) por exemplo, viajava comigo para dar aula pelo Brasil afora até completar 1 ano de idade (sou bem “galinha choca”). Após esse período as rotinas dela não permitiam, no entanto sempre procurei me fazer presente, assim como até hoje faço chamadas de vídeo diárias. Os maiores (19 anos – Gêmeos Arthur e Giovanna), já possuem suas rotinas com faculdade e cursinho, o que acaba não demandando tanto da mamãe Marcela.  

Meu marido é muito parceiro, me apoia, incentiva, contribui com sua ousadia e arrojo, fazendo-se presente nos meus sonhos pessoais e profissionais. Costumo dizer que somos sócios na vida (matrimônio) e nos negócios.  

Mesmo à distância, procuro participar da rotina deles deixando tudo organizado e programado para que minha ausência não seja sentida. Para isso, é importante ter pessoas de confiança para cuidar das atividades da casa e seguir minhas orientações. Sempre tive a sorte de ter pessoas maravilhosas comigo.  

O que você pensa sobre mudanças, de uma maneira geral? 

Na verdade, eu amo mudanças, mas só fui descobrir isso após a quarta mudança de Estado (risos). Vejo nas mudanças uma grande oportunidade de desenvolver nosso senso de pertencimento, adaptação constante, humildade.  

Já na mudança do ponto de vista do desenvolvimento pessoal e os desafios que sair da zona de conforto,  penso ser crucial para desenvolver empatia e estabelecer um mindset de sucesso, pois a cada nova descoberta ganhamos novos pontos de vista e aprendemos que prosperar é abrir as portas para a evolução espiritual tão necessária, além de conhecer novas pessoas abrindo, assim, novos ciclos. 

Algum lema que traz para sua vida? 

Enxergar o BELO em tudo que me acontece! Entendo que, assim, estarei literalmente acordada para viver.  #somostodasuma 

Se pudesse, mudaria alguma coisa em sua trajetória? 

Sim, eu mudaria o grau de exigência e medos que permiti que me limitassem por longo tempo, pois me faziam achar que sempre faltava algo, e que as pessoas sempre teriam uma solução melhor que a minha.  

Superar essa menos valia foi o maior presente que pude me permitir viver, pois me fez enxergar qualidades que eu não era capaz de reconhecer em mim mesma. 

Você é bem ativa nas redes sociais. Como vê essa interação digital? 

Ah, eu amo estar nas redes sociais. Sinto-me conversando na sala de estar com pessoas queridas onde posso levar minhas dicas, influenciar positivamente através dos meus cursos e vivências que trago das Mentorias de Negócio que realizo para empresários no Brasil e Portugal. 

Impulsiono pessoas a tirar seus projetos do papel e transitar de profissão se isso as fizer feliz. Literalmente, estendo a mão. 

Sendo assim, utilizo essa interação digital para potencializar carreiras e pessoas através dos meus cursos de Consultoria de Imagem e Análise Facial pela Morfopsicologia, e assim sigo auxiliando as pessoas a se comunicarem estrategicamente pela imagem e comportamento. 

O que você gostaria de dizer para as mulheres que hoje que se sentem sem perspectivas em suas vidas? 

Que tudo é transitório e que, se for um desejo genuíno do coração mudar a rota de suas vidas nada as impedirá de criar essa realidade.  

Que olhem para suas histórias, honrem cada desafio reconhecendo o potencial divino que as habita e, assim, acordando o poder pessoal que é peculiar a cada uma delas.  

Estudei em escola estadual a vida toda, fui mãe muito jovem (20 anos), tive que deixar o estágio da faculdade para cuidar dos bebês (gêmeos), meu esposo ganhava R$1.200,00/mês para sustentar a casa.  

Para a sociedade, eu não tinha perspectiva nenhuma de ter sucesso e oportunidades, mas ao invés de olhar para a realidade sem perspectiva a minha frente, eu mirava fazer um futuro melhor. Labutei muito para isso, a ponto de hoje ajudar mulheres a transformar suas vidas, emocional e financeiramente, através da minha trajetória. Então confie em si e na força interior que te faz ser única.  
Legenda: Marcela Fabrício: "Conectar é a minha missão!".
Foto: Divulgação

O que faz Marcela Fabrício sentir-se DONA DE SI? 

Nossa! Como sinto-me dona de mim! Sou dona do meu destino e, mais que isso, sinto que hoje pertenço a mim mesma.  Afinal, prosperidade não pode ser vista apenas a partir das cifras na conta corrente, mas dos ganhos emocionais e de liberdade existencial que podemos conquistar quando escolhemos nos olhar com amor-próprio.


Assuntos Relacionados