Uece lança primeiro serviço de cashback educacional do Brasil, que possibilita a inscrição em cursos

Porcentagem de pagamentos ou compras feitas em lojas pode ser utilizada para pagar cursos online

Homem mexendo em um notebook
Legenda: Cursos são ofertados em diferentes áreas, de Línguas Estrangeiras até Gastronomia
Foto: Shutterstock

A partir de compras em lojas de varejo parceiras, usuários do Luumenz, serviço de cashback desenvolvido na incubadora de empresas da Universidade Estadual do Ceará (Uece), poderão receber o dinheiro de volta e ainda garantir vagas em cursos de plataformas educacionais. De acordo com os idealizadores, este é o primeiro site do Brasil que oferece o cashback na área da educação.

Alysson Araújo, doutorando em administração e professor do curso de Sistemas da Informação da Universidade Federal do Ceará (UFC), explica que a motivação por trás da ideia do serviço é fazer com que mais pessoas tenham acesso aos cursos oferecidos por plataformas pagas. 

“A gente acredita justamente nessa capacidade de oferecer para mais pessoas a possibilidade mais cômoda, mais acessível, com qualidade em relação ao aprendizado, de aprimoramento pessoal e profissional”, diz Alysson. 

Para Jerffeson Souza, professor do curso de Ciência da Computação da Uece e idealizador do projeto, o serviço pode ajudar os usuários a fazer cursos que, devido aos custos, não puderam ser comprados anteriormente. Isso ocorre porque uma porcentagem das compras online feitas pelo consumidor pode virar créditos a serem trocados pelos cursos desejados. “Acreditamos que essa oferta vai facilitar de forma substancial o acesso das pessoas à formação e à qualificação”. 

Os cursos disponíveis para compra são oferecidos em diferentes áreas, como Línguas Estrangeiras, Finanças, Marketing, Tecnologia da Informação, Música e Desenvolvimento Pessoal. Eles são ofertados por plataformas de cursos online como Udemy, Coursera, entre outras. 

Legenda: Créditos obtidos em compras online podem ser revertidos em dinheiro para compra de cursos educacionais
Foto: Divulgação

Como funciona

Luumenz será lançado nesta sexta-feira, 20, mas os consumidores já podem checar o passo a passo de como o site funciona. Primeiro, é preciso utilizar os links de ativação de descontos do site para comprar nas empresas parceiras, que vão desde as lojas de artigos de casa, de roupas, farmácias e supermercados. 

A partir disso, serão acumulados “créditos educacionais”, que podem ser acompanhados pelo app do Luumenz. Quando o consumidor adquirir cursos nas plataformas parceiras, esses créditos são depositados na conta bancária do usuário. Assim, é possível receber parte da quantidade paga no curso escolhido ou até mesmo o valor completo. 

Além do lançamento do serviço no Instagram, os desenvolvedores irão sortear cursos nas plataformas parceiras pelo perfil do Luumenz até o fim de 2020. 

Quero receber conteúdos exclusivos do EducaLab