Existe vida pós-Enem? Estudantes falam das expectativas e medos que vêm depois das provas

No sétimo episódio do podcast Isso Não Cai no Enem, estudantes contam o que planejam para o pós-exame e quais os principais medos desse período

Quais preocupações atravessam a mente dos candidatos sobre a vida pós-Enem? Estudantes comentam o assunto em podcast do EducaLab
Legenda: Quais preocupações atravessam a mente dos candidatos sobre a vida pós-Enem? Estudantes comentam o assunto em podcast do EducaLab
Foto: Shutterstock

Muito se fala sobre a jornada de preparação até o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), cujas primeiras provas estão marcadas para daqui a exatamente um mês, no dia 17 de janeiro. Mas, o que vem depois? Passado o exame, só importa saber o resultado?

Estudantes do terceiro ano do ensino médio, Lívia Paiva Gurgel, 17, e Davi Felipe da Silva, 17, contam no sétimo episódio do podcast Isso Não Cai no Enem, especial do EducaLab, o que planejam para o pós-exame e quais os principais medos relativos a esse período.

Os dois, coincidentemente, querem cursar medicina. E a maior preocupação deles é não ter nota suficiente para conseguir uma vaga numa universidade pública. “Eu acho que essa é uma preocupação geral, de todas as pessoas que prestam vestibular. De ficar naquela expectativa: ‘Será que consigo atingir a nota de corte pra esse curso?’”, compartilha Lívia.

No entanto, outros medos e outras dúvidas frequentes também atravessam a mente dos candidatos ao Enem, como, por exemplo: “E se eu precisar passar mais um ano estudando?”; “E se não me identificar com a profissão que escolhi?”; “E se precisar mudar de cidade?”.

Mudar de cidade

Davi não tem o intuito de morar fora de Fortaleza, mas Lívia, apesar de priorizar a Capital, considera tentar vaga em Sobral ou Barbalha, no Interior do Estado. “Morar em outra cidade, ficar longe da minha família, é [uma questão] um pouco amedrontadora. Com certeza vou sentir falta da minha casa, da minha família, mas é uma coisa que eu tô disposta a fazer”, diz.

Para estudantes que concluíram o ensino médio na rede pública e conseguiram vaga em instituições de ensino superior, o Governo do Ceará oferece desde 2017 uma bolsa no valor de R$ 468 mensais pelo período de um ano. O AvanCE, como é chamado o programa de bolsa universitária, foi suspenso este ano devido à pandemia de Covid-19, mas deve ser retomado em 2021, a depender do cronograma feito pela Secretaria da Educação (Seduc).

Não passar de primeira

Por terem escolhido medicina, um curso que está entre os mais concorridos do exame, Lívia e Davi sabem que é difícil alcançar de primeira nota suficiente para passar. Mas, não se abalam. “O que importa é tentar e persistir sempre”, aconselha Davi. 

“É a primeira vez que estou fazendo pra valer, não tenho obrigação de passar de primeira, posso prestar outras vezes o vestibular. Não vai ser uma prova que vai resumir a minha inteligência, a minha capacidade”, considera Lívia.

Cursinho pré-vestibular

Conscientes da possibilidade de precisar tentar mais uma vez, os estudantes consideram recorrer a cursinhos pré-vestibular em 2021. Só esperam que seja com aulas presenciais. “A pessoa aprende mais porque é o professor ali, direto, e não tem as distrações como a gente tem em casa, né?”, argumenta Davi.

Lívia também prefere o ensino presencial. Ela só tem, antes de voltar à rotina de estudos, uma “missão” a cumprir: “Depois de tanto tempo de dedicação, é importantíssimo ter ócio pra descansar, tirar esse tempo pra você. Eu pretendo ler os livros que tenho pra ler, assistir séries, ver filmes e tirar esse tempo realmente pra desopilar, descansar”, compartilha a garota.

O que são podcasts?

O “Isso Não Cai no Enem” é um podcast produzido pelo EducaLab e realizado pelo Sistema Verdes Mares, com apoio do Governo do Ceará e da Universidade de Fortaleza. Está disponível nos principais agregadores de streaming. 

Podcasts são materiais entregues em formato de áudio, muito semelhantes a programas de rádio. Porém, a diferença é que este conteúdo fica disponível para que o ouvinte escute quando e onde quiser. Não é ao vivo. São produzidos sob demanda.

Quero receber conteúdos exclusivos do EducaLab