Doméstica participa do Enem seis anos após tratamento de câncer: "a gente tem que acreditar"

É a primeira vez que Tereza do Nascimento realiza a prova. O objetivo é ingressar no ensino superior no curso de Direito

Enem candidatos no Ceará
Legenda: É a primeira vez que Tereza realiza a prova
Foto: Camila Lima

A doméstica cearense Tereza César do Nascimento, 50, encontrou propósito em um momento delicado: seis depois de um tratamento para câncer, ela realiza, pela primeira vez, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O objetivo é ingressar no ensino superior no curso de Direito. 

Mães de dois jovens, Tereza conta que a rotina de estudos, virtual por conta da pandemia, foi difícil — não só pela preparação até a prova, mas pelo cenário cearense diante do novo coronavírus (Sars-Cov-2). “Os filhos são estudantes e eles me ajudam bastante. Foi muito difícil. Esse ano que passou foi dificílimo. Mas a gente que é mais recuada, se torna mais difícil. Mas é isso mesmo, a gente tem que botar para frente”, adiciona. 

Dúvida

Apesar do desejo de ingressar na Universidade, a doméstica enfrentou um momento de dúvida durante a inscrição. 

“Quando eu me inscrevi, eu fiquei em dúvida. Meu filho também estava fazendo e disse: 'Mãe, a gente tem que acreditar’, relembra. Ela confessa que caso o Exame fosse adiado, não teria realizado a prova. “Se fosse mais para frente, eu não teria feito. Acho que pela negatividade do que a gente tá passando"

As precauções sanitárias tomadas pela organização deixaram a candidata mais segura. “Muito bem respeitadas. Também gostei muito de toda a comitiva lá dentro. Respeito, atenção a gente. O jovem já tá sabendo de tudo. Mas a gente pensa que não vai ser respeitado, mas foi”, comemora. 

Quantidade

Ao todo, o Ceará contabiliza 322.581 candidatos confirmados na edição, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), organizador da prova. O perfil predominante de candidatos ao Ensino Superior no Estado é de mulheres (55,8%), pessoas pardas (65,8%), com o Ensino Médio concluído (51,5%) e na faixa etária entre 16 e 20 anos (57%).

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) aconteceu em 715 escolas de 115 municípios do Ceará. Serão apenas quatro unidades de ensino a mais que aplicarão as provas em relação à edição anterior, com 711 locais.

A Operação Enem 2020, da SSPDS, contará com 640 profissionais de segurança nos próximos dias 17 e 24 de janeiro, datas da prova tradicional impressa. Contudo, 30 locais de transferência de prova já começaram a receber os malotes, no início da manhã desta sexta-feira (15). 

Prevenção

Durante a realização da prova, seja no local de entrada ou na sala de aula, os candidatos ao Enem devem, obrigatoriamente, usar máscara, com o item de proteção cobrindo o nariz e a boca. Só será possível retirar no momento de identificação dos participantes e para comer e beber. 

Quem estiver com covid-19 ou sintomas da doença, bem como de outras infectocontagiosas, não devem prestar o exame agora. A situação deve ser informada ao Inep. A reaplicação do exame nos casos que se enquadrarem nesse perfil será nos dias 23 e 24 de fevereiro.

Quero receber conteúdos exclusivos do EducaLab