Turista brasileira morre após cair de penhasco nos Andes Peruanos

Maria Lucia Pasternoto estava de passagem pelo Peru e já havia visitado outros locais

Turista brasileira no Peru
Legenda: Maria Lucia Pasternoto era servidora do STJ
Foto: reprodução/arquivo pessoal

Uma servidora pública brasileira morreu na última segunda-feira (1) após cair de um penhasco nos Andes Peruanos em meio a um passeio de férias. Maria Lucia Paternostro Rodrigues morava no Distrito Federal e trabalhava no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Segundo publicação do UOL, amigos de Maria revelaram que o acidente aconteceu enquanto ela realizava um trilha. O corpo, no entanto, só foi localizado na terça (2) e está em processo de resgate por conta do local de difícil acesso.

Até o momento, o Itamaraty não revelou as circunstâncias da chegada do corpo ao Brasil. Maria deixa um filha.

Segundo amigos próximos, ela já era experiente em trilhas e gostava de compartilhar registros desse hobby nas redes sociais. No Peru, ela visitou o Parque Nacional Huascaran e observou a Laguna Parón.

STJ divulga nota

Formada em letras e em direito e pós-graduada em direito público, Maria ingressou no STJ em 2003 e exercia o cargo de assessora-chefe do Núcleo de Gerenciamento de Precedentes e de Ações Coletivas (Nugepnac).

O ministro Humberto Martins, presidente do Superior Tribunal de Justiça e do Conselho da Justiça Federal (CJF), lamentou o falecimento em nota oficial divulgada.

Legenda: A turista já tinha experiência em trilhas na natureza
Foto: reprodução/Instagram

"O Tribunal da Cidadania está de luto! Expressamos nossa absoluta tristeza pela partida da nossa valorosa servidora Maria Lucia Paternostro Rodrigues. Ela honrou e dignificou não apenas o STJ, mas também todo o Poder Judiciário e o sistema de Justiça. A sua história de vida é um exemplo de entrega com excelência e amor à causa da cidadania brasileira. Que Deus, em sua misericórdia infinita, conforte e fortaleça todos os familiares e amigos", pontuou. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo