Três macacos de laboratório que escaparam nos EUA foram encontrados e sacrificados

Os Cynomolgus, também conhecidos como macacos de cauda longa, podem custar até US$ 10 mil cada

Macaco Cynomolgus
Legenda: Três macacos encontrados após escaparem de caminhão nos Estados Unidos são mortos
Foto: Mladen ANTONOV / AFP

Três dos macacos de laboratório encontrados após escaparam do caminhão que os transportava devido a um acidente de trânsito no nordeste dos Estados Unidos foram sacrificados neste sábado (22), conforme anunciaram as autoridades locais.

O caminhão que transportava cem macacos para um laboratório caiu perto de Danville, Pensilvânia, na tarde da última sexta-feira (21), quando estava a caminho de um laboratório na Flórida. 

A polícia publicou no twitter que alguns animais "fugiram do local do acidente para a área circundante", pedindo às pessoas que não se aproximassem deles. À noite, informou que todos os animais foram encontrados, mas a mídia local informou que três deles foram sacrificados. As autoridades não explicaram porque os animais foram mortos.

Na manhã de sábado, a Polícia Estadual da Pensilvânia divulgou uma imagem de um primata empoleirado em uma árvore ao lado da Rota 54 durante a noite fria. 

Tiros disparados

Um repórter disse que a polícia cercou o macaco antes que tiros fossem disparados de uma arma não identificada.

Os macacos Cynomolgus, também conhecidos como macacos de cauda longa, podem custar até US$ 10 mil cada e têm sido muito procurados para pesquisas de vacinas contra o coronavírus, segundo o New York Times. Eles podem viver até 30 anos em cativeiro.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo