Namorado de Gabby Petito confessou seu assassinato por escrito, diz FBI

Antes de tirar sua própria vida, Brian Laundrie deixou carta em que confirma autoria da morte da influenciadora

Brian Laundrie e Gabby Petito
Legenda: Brian Laundrie confessou ter matado Gabby Petito
Foto: Reprodução Instagram

O namorado de Gabby Petito, influenciadora de 22 anos assassinada nos Estados Unidos no ano passado, confessou por escrito, antes de tirar a própria vida, ter sido o responsável por sua morte, informou nesta sexta-feira (21) o FBI em comunicado.

Brian Laundrie se matou com um tiro na cabeça, após levantar suspeitas sobre a morte de sua namorada. Seu corpo foi encontrado em 20 de outubro em uma reserva natural do norte da Flórida, no sudeste do país, junto com vários objetos, entre eles um caderno.

"A revisão do caderno revelou declarações escritas do senhor Laundrie nas quais ele assume a responsabilidade pela morte de Petito", afirmou o FBI em nota. 

"A investigação não identificou nenhum outro indivíduo, além de Brian Laundrie, com envolvimento na trágica morte de Gabby Petito", assinalou o agente Michael Schneider no documento.

A família de Petito, por sua vez, se mostrou convencida da responsabilidade do então namorado de sua filha após entrevistas com o FBI. "A qualidade e quantidade dos fatos e a informação recolhida pelo FBI não deixam nenhuma dúvida sobre o fato de que Brian Laundrie assassinou Gabby", diz uma nota compartilhada pelo advogado da família.

Viagem pelo oeste do país

Laundrie, de 23 anos, e Petito, de 22, saíram de Nova York em julho para percorrer o oeste dos Estados Unidos em uma van durante quatro meses.

O casal passou dias documentando a viagem nas redes sociais, publicando diversas imagens em que apareciam sorridentes. No entanto, em 1º de setembro, Laundrie retornou sem sua namorada a North Port, na Flórida, onde ambos viviam com a família do rapaz.

Em 13 de setembro, Brian fugiu após recusar-se a responder os questionamentos da polícia, enquanto Gabby ainda era considerada desaparecida.

O pior presságio se confirmou dias depois. O corpo de Petito foi encontrado em 19 de setembro no Parque Nacional de Gran Teton, no Wyoming. Em 12 de outubro, a perícia anunciou que ela tinha morrido por estrangulamento.

Um vídeo publicado em setembro pela polícia de Moab, uma pequena cidade de Utah, aumentou ainda mais as suspeitas em torno de Laundrie. Nas imagens, Petito aparecia chorando em uma viatura, depois que a polícia havia intervindo durante briga com Brian.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo

Assuntos Relacionados