Suspeitos que estavam com 1,3 tonelada de cocaína tentaram fugir em avião após abordagem da PF

O passageiro, um espanhol de 60 anos, e o comandante da aeronave, um turco de 48 anos, foram presos em flagrante por tráfico internacional de drogas

Avião com drogas
Legenda: Droga foi apreendida dentro de avião no Aeroporto de Fortaleza

Os suspeitos de tráfico internacional de drogas, que estavam na posse de 1,3 tonelada de cocaína dentro de malas, em um avião, tentaram fugir na aeronave, após a abordagem da Polícia Federal (PF), no Aeroporto de Fortaleza, na manhã desta quarta-feira (4).

Quando os policiais desceram, os tripulantes e o passageiro fizeram um movimento para fugir. Querer subir a escada da aeronave, fechar a aeronave, não desligar o motor da aeronave. Aí os policiais federais tiveram que ser mais duros. Quando abriram as malas, se confirmou que era cocaína.
Alan Ramos
Delegado da Polícia Federal
.

Um vídeo mostra os policiais federais abrindo uma mala, dentro do avião. Os tripulantes turcos alegam que não sabem o que tem dentro da mala. Um policial corta o saco com uma faca, encontra uma grande quantidade de um pó branco e utiliza um reagente que comprova se tratar de cocaína.

Veja o vídeo:

A droga estava acondicionada em 24 malas, pertencentes a um passageiro espanhol. Havia 50 tabletes de droga em cada mala, com um total de 1.200 tabletes de cocaína. A pesagem total da droga deu 1.304 kg.

O delegado federal Alan Ramos revela que o passageiro, um espanhol da região de Astúrias, de 60 anos, e o comandante da aeronave, um turco de 48 anos, foram presos em flagrante por tráfico internacional de drogas. Já os outros três tripulantes (uma mulher e dois homens turcos) foram ouvidos no Inquérito Policial como testemunhas.

"Quem tinha o domínio e foi preso em flagrante, por tráfico internacional de drogas, foram o turco comandante da aeronave e o passageiro espanhol, que os indícios apontam claramente o domínio daquela tentativa de tráfico internacional", explica.

A PF já monitorava a aeronave da Turquia, quando saiu da Espanha para o Brasil, passando por Fortaleza e indo para Ribeirão Preto, em São Paulo. A suspeita é que lá o jatinho recebeu a droga. No retorno, o avião passou por Fortaleza e foi feita a abordagem. Ao ser interrogado, o passageiro alegou que tinha 24 malas porque ia a trabalho para Guarulhos (SP), depois disse que ia a turismo, o que levantou a suspeita dos policiais federais. Depois da capital cearense, a aeronave iria passar por Lisboa, em Portugal, e terminar a viagem em Bruxelas, na Bélgica.

Droga estava escondida em malas, dentro do jatinho particular
Legenda: Droga estava escondida em malas, dentro do jatinho particular
Foto: Reprodução

PF apreendeu 1,7 tonelada de cocaína neste ano

A Polícia Federal já apreendeu mais de 1,7 tonelada de cocaína neste ano, segundo o delegado Alan Ramos. Nesta semana, a PF já havia realizado outra apreensão da droga: 64 kg, escondidos dentro de equipamentos utilizados na construção civil, durante fiscalização de rotina no Terminal de Cargas (TECA) do Aeroporto de Fortaleza.

A localização da droga foi realizada pelo cão farejador "Inu", da raça belga malinois. Mais de dez policiais passaram mais de 4 horas para conseguir extrair a droga dos equipamentos. A carga seria despachada de Fortaleza para Cabo Verde, com escala em Lisboa. Ninguém foi preso.

Cão farejador auxiliou na apreensão de 64 kg de cocaína pela PF, também nesta semana
Legenda: Cão farejador auxiliou na apreensão de 64 kg de cocaína pela PF, também nesta semana
Foto: Divulgação/ PF

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança