Segundo turno das eleições em Fortaleza e Caucaia vai contar com mais de 4 mil agentes de segurança

Efetivo da Segurança Pública vai contar com policiais militares, civis, polícia judiciária, pefoce, bombeiros e aeronaves da Ciopaer.

Legenda: Serão empregados 3.754 PMs em Fortaleza e Caucaia para o 2º turno das eleições em Fortaleza e Caucaia.
Foto: SSPDS/Divulgação

O segundo turno das eleições para prefeito em Fortaleza e Caucaia, que ocorre neste domingo (29), vai contar com mais de quatro mil profissionais de segurança pública. Além disso, será montado pela Secretaria da Segurança Pública o Gabinete de Gestão e Eventos Complexos (GGEC), onde a cúpula da Segurança Pública acompanhará as ações e as possíveis ocorrências registradas durante o período.

"Para o segundo turno das eleições no próximo domingo, a Segurança Pública do Estado do Ceará contará com um efetivo de mais de quatro mil homens e mulheres, tendo reforço na Polícia Militar, na Polícia Civil, na Perícia Forense e no Corpo de Bombeiros, visando aí uma ação integrada com a Justiça Eleitoral, garantindo a segurança do pleito e a tranquilidade e que ocorra dentro da normalidade", afirmou o secretário Sandro Caron.

Na Polícia Militar, serão empregados 3.754 policiais militares em Fortaleza e Caucaia. Além do efetivo, 2.526 policiais militares extras vão atuar junto às demais instituições que compõe o sistema de segurança do Estado, além de forças de segurança municipais e federais.

A Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), vai contar com um efetivo de 30 servidores. A polícia judiciária vai contrar com 157 policiais civis também nas duas cidades. O Corpo de Bombeiros Militar do Ceará contará com 152 bombeiros militares à disposição para o atendimento de qualquer ocorrência bombeirística durante o segundo turno.

O plano operacional da Polícia Civil prevê, ainda, o reforço policial, por meio do 2°, 7°, 10°, 13°, 30°, 32° e 34° Distritos Policiais; e em Caucaia, a Delegacia Metropolitana da cidade contará com um acréscimo de equipes de delegados, escrivães e inspetores.

A Coordenadoria Integrada de Operações Aérea (Ciopaer) também vai participar com o emprego de aeronaves. Os helicópteros estarão à disposição na base da Ciopaer, no Aeroporto de Fortaleza, para o apoio a ocorrências policiais, monitoramento, resgates e transporte aeromédicos. No total, serão 27 profissionais entre pilotos, tripulantes, apoio solo e mecânicos.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança