Mortos em tiroteio na Praia do Futuro se encaminhavam para confronto com grupo rival, afirma SSPDS

Na mesma noite, uma menina de quatro anos foi baleada junto com a mãe no bairro, momentos depois. Segundo a comunidade, o assassinato da criança teria relação com a morte do grupo na Praia do Futuro

Carro na Praia do Futuro
Legenda: O carro utilizado pelo grupo era roubado e a polícia constatou que a placa estava adulterada
Foto: Rafaela Duarte/SVM

A Secretaria da Seguraça Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS) informou que os quatro homens mortos em uma perseguição policial na Praia do Futuro, nesta terça-feira (29), eram integrantes de organizações criminosas e se preparavam para um confronto com grupos rivais naquela noite. A polícia recebeu uma denúncia sobre o plano e foi em busca dos suspeitos, localizando o grupo em um carro roubado.

Houve perseguição policial e troca de tiros. Os criminosos colidiram o veículo em que estavam e correram em direção a um matagal, mas foram baleados. Quatro deles não resistiram aos ferimentos, e um quinto suspeito foi preso. Nenhum policial ficou ferido na ação.

O grupo planejava invadir uma comunidade conhecida como Luxou, segundo informações de populares da região. 

O veículo localizado com os criminosos, um Pálio, era roubado e estava com placas adulteradas. O roubo datava de 29 de setembro, segundo a polícia. No carro, os policiais militares apreenderam três armas de fogos de calibre 38, com 13 cartuchos deflagrados e mais sete munições.

O caso está sendo apurado pelo 15º Distrito Policial, no Bairro Cidade 2000, responsável pela região. 

Criança morta
Legenda: A mãe da criança ficou ferida com os disparos
Foto: Rafaela Duarte/SVM

Criança de 4 anos morta

Na mesma noite em que os quatro foram mortos, uma menina de quatro anos foi baleada junto com a mãe no Bairro Praia do Futuro, momentos depois. A criança não resistiu e morreu no local.

A comunidade aponta que o crime teria sido em retaliação ao caso da morte dos integrantes da oganização criminosa. O Diário do Nordeste questionou a SSPDS e a Polícia Militar sobre a informação.

Em nota, a SSPDS afirmou apenas que "equipes da 10ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) estão, nesta quarta-feira (30), em diligências e realizando um trabalho de inteligência e investigação na região da Praia do Futuro com o objetivo de identificar os autores de um homicídio e uma lesão a bala ocorridos no bairro".

Os trabalhos da Polícia Militar do Ceará (PMCE) também foram intensificados naquela área, de acordo com a SSPDS.

 

A mãe da menina seria o verdadeiro alvo dos tiros. As duas estavam na Rua Oliveira Filho, em um local conhecido como Comunidade do Caroço, quando o crime ocorreu. Suspeitos chegaram na rua em um veículo e efetuaram os disparos. 

A mulher foi baleada no braço e no ombro, segundo informações de moradores da região. Ela foi socorrida, mas não há informações sobre o seu estado de saúde. 

Homicídio na Praia do Futuro
Legenda: Um suspeito de participar em assaltos com a mulher executada foi preso pela PMCE
Foto: Rafaela Duarte

Retaliação

O confronto planejado pelo grupo criminoso interceptado pela polícia também seria em retaliação a outro crime, ocorrido naquele bairro nesta segunda-feira (29). A informação foi repassada à reportagem por moradores da região, que preferiram não ser identificados, mas não foi confirmada pela polícia.  

Uma mulher que não foi identificada foi morta com vários perfurações à bala na cabeça, no cruzamento da Avenida Dioguinho com Rua Paulo Mendes, na noite de segunda (29). Uma equipe da Polícia Militar do Ceará (PMCE) foi acionada para a atender a ocorrência quando passava por um trecho da avenida.

Ao chegar no local, os policiais encontraram o corpo da mulher caído na pista.

De acordo com relato de moradores, que preferiram não se identificar, a mulher estava realizando assaltos pela região junto com um homem, em uma motocicleta. Os moradores revelaram ainda que, durante uma das ações criminosas, um segundo homem chegou em outra moto e efetuou os disparos contra a vítima.  

Em buscas pelos suspeitos, tanto o do assassinato da mulher, quanto o suposto comparsa dela na prática de assaltos, os policiais militares localizaram a motocicleta utilizada nos crimes da dupla.  

O veículo tinha registro de roubo e estava em uma casa na Rua Dolor Barreira, no Bairro Vicente Pinzón, vizinho ao Bairro Praia do Futuro. Um homem foi preso no local e os policiais encontraram um simulacro de arma de fogo, além de duas motos roubadas (uma delas seria o veículo que a dupla utilizava para assaltar).   

Uma mulher que estava na residência também foi presa. A identidade de ambos não foi repassada pela polícia. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança