Mãe denuncia filho pela morte de padrasto em Juazeiro do Norte, no Ceará

Esposa da vítima diz ter presenciado o crime, motivado por uma discussão

Escrito por Redação,

Segurança
Cicero Amorim Macedo
Legenda: Vítima foi esfaqueada pelo enteado e não resistiu
Foto: Arquivo Pessoal

A Polícia Civil investiga um homicídio registrado no último sábado (20) em Juazeiro do Norte, no Ceará, em que o suspeito do crime é o enteado da vítima, que está foragido. Cícero Amorim Macedo, de 46 anos, foi esfaqueado e não resistiu aos ferimentos. 

A denúncia foi feita pela própria mãe do suspeito, que presenciou o crime, motivado por uma discussão após ele esfaquear um cachorro e a vítima intervir. Ela faz um apelo para que ele responda pelo crime. 

"Eu quero que ele pague pelo crime que ele cometeu. Ele matou uma pessoa que nunca fez mal a ninguém. Nunca triscou nem em uma mosca. Eu era muito amada por ele, ele amava muito o filho dele, só o que eu quero é justiça. Eu quero que onde ele estiver, ele se entregue", disse Cícera Barbosa, esposa da vítima e mãe do suspeito, em entrevista ao Sistema Verdes Mares

O filho, de 24 anos e sem identidade revelada, fugiu após o crime. A família chegou a acionar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas a vítima já estava sem vida.

O irmão da vítima, Almir Amorim, pede para que o paradeiro do suspeito seja informado à Polícia e alerta para quem estiver dando cobertura a fuga:

"Eu quero aproveitar aqui a oportunidade de pedir a quem deu fuga, a quem está dando cobertura ao assassino, que por gentileza, vamos fazer justiça. Pra você que deu cobertura, você pode estar sendo cúmplice de um crime, entenda disso. Ligue para a Polícia, relate o que aconteceu, onde ele está. Não precisa se identificar. Se você não ligar, não mostrar onde ele se encontra, você pode ser cúmplice de um crime e pode responder na justiça", disse.

Investigações

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou, por nota, que o caso está em investigação. O crime está sendo acompanhado pela Delegacia Regional de Juazeiro do Norte, que realiza buscas para capturar o suspeito. 

Denúncias que auxiliem a investigação podem ser feitas para o telefone (88) 3572-1736, do Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa de Juazeiro do Norte (NHPP).