Homem é preso por matar ex-companheira e ex-sogra a facadas em Acaraú, no interior do Ceará

O ex-sogro do suspeito também ficou ferido. Prefeitura de Acaraú lamentou as mortes das funcionárias municipais

Escrito por Redação,

Segurança
A Prefeitura de Acaraú lamentou as mortes das funcionárias do Município, Maria de Jesus e Kelry, nas redes sociais
Legenda: A Prefeitura de Acaraú lamentou as mortes das funcionárias do Município, Maria de Jesus e Kelry, nas redes sociais
Foto: Reprodução

Um homem foi preso pela Polícia Militar do Ceará (PMCE) por atacar a facadas a ex-companheira e os pais dela, no Município de Acaraú (a cerca de 230 km de distância de Fortaleza), na manhã deste domingo (28). Mãe e filha morreram no hospital, enquanto o ex-sogro do suspeito ficou ferido. 

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o suspeito, de 29 anos, entrou na casa da ex-companheira, de 24 anos, para atacá-la com golpes de faca. Os pais da jovem, ambos de 47 anos, tentaram defender a filha e também foram esfaqueados.

Populares entraram na casa para socorrer a família e deter o suspeito. As três pessoas esfaqueadas foram levadas ao hospital. A professora Maria de Jesus Veríssimo e a enfermeira Kelry Veríssimo, mãe e filha respectivamente, não resistiram aos ferimentos e morreram nas horas seguintes.

A Prefeitura de Acaraú lamentou as mortes das funcionárias do Município, Maria de Jesus e Kelry, nas redes sociais, e prestou solidariedade aos familiares e amigos das vítimas.

O suspeito foi levado à Delegacia Municipal de Bela Cruz, unidade da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), onde foi autuado inicialmente por feminicídio consumado e feminicídio tentado (já que Kelry ainda não tinha morrido) e por lesão corporal. Ele já respondia pelo crime de lesão corporal.