Grupo é preso em Fortaleza suspeito de aplicar golpes em beneficiários do FGTS

Com os suspeitos, foram apreendidos dinheiro, 19 aparelhos celulares, três notebooks, sete máquinas de cartão, seis cartões magnéticos, quatro chips de celulares, uma motocicleta e documentos falsos

Cinco homens foram presos na manhã desse sábado (26) suspeitos de aplicarem golpes em beneficiários do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A captura do grupo aconteceu em um apartamento localizado no bairro Praia de Iracema, em Fortaleza. Na ação, foram apreendidos ainda R$ 14.736.

A Polícia Militar do Ceará (PMCE) informou que, após receberem denúncia, se deslocaram- por volta das 10h40-  em direção ao apartamento em que o grupo estaria. Ao chegar no local, que fica situado na rua Antônio Augusto, os policiais encontraram os cinco suspeitos e o material utilizado para realizar os golpes. 

No apartamento, foram apreendidos ainda 19 aparelhos celulares, três notebooks, sete máquinas de cartão, seis cartões magnéticos, quatro chips de celulares, uma motocicleta e diversos documentos utilizados nas ações criminosas.

De acordo com a Polícia Militar, o grupo é suspeito de aplicar golpes em pessoas com o FGTS retido, benefício em dinheiro que funcionários acumulam e podem receber após haver a desvinculação empregatícia.

Os suspeitos foram identificados como George da Rocha Júnior, de 26 anos, Ricardo Anderson Alves Vidal,27, André Lima da Silva, 33, Romário Wesley Oliveira Costa, 26, e Alexandre Alves Barros, 44. 

Após a confissão do grupo, a Polícia informou que deu voz de prisão aos suspeitos, que foram encaminhados para a Polícia Federal (PF), onde foram autuados por estelionato e associação criminosa. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança