Domingo é o dia da semana com mais mortes violentas no Ceará; entenda causas

17,9% dos Crimes Violentos Letais e Intencionais no último mês de setembro aconteceram aos domingos, conforme a SSPDS

chacina chorozinho
Legenda: Em setembro, uma chacina foi registrada na cidade de Chorozinho, RMF
Foto: Rafaela Duarte

Não é incomum observar fins de semana sangrentos, com elevado número de mortes em poucas horas no Ceará. As estatísticas indicam que quase 35% dos Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs) no último mês de setembro aconteceram aos aos sábados e aos domingos no Estado. 

De acordo com levantamento da Gerência de Estatística e Geoprocessamento da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), com 17,9%, domingo é o dia da semana com mais ocorrências deste tipo. A maior parte das mortes violentas costuma acontecer durante a noite, das 18h às 23h59.

Ainda segundo a Pasta, o Ceará registrou em setembro uma alta de homicídios pelo segundo mês seguido, na comparação com o ano passado. No nono mês do calendário deste ano foram 301 homicídios, e em setembro de 2020, 253 casos.

 

Causas 


Um oficial da Polícia Militar entrevistado pela reportagem destaca dois aspectos principais para mais tragédias acontecerem aos fins de semana. Segundo o PM, com identidade preservada, a percepção de quem participa do policiamento ostensivo nas ruas é que aos fins de semana, nas periferias, se acentuam as ocorrências envolvendo armas brancas.

"Aos domingos vemos muitos locais de crime envolvendo arma branca, lesão à faca, homicídio à faca. Quando vamos ver, tem ocorrência que é um vizinho bebendo com o outro, um irmão embriagado que discute com o outro e mata. Os homicídios à faca têm um vínculo com a extrema pobreza, regiões paupérrimas, e é aí onde entra a questão social", disse o policial.

Já nas lesões à bala percebemos muito a história de ligação a uma disputa de território. Fim de semana as pessoas estão bebendo, de folga, usando droga. E aí vão comprar em determinada região onde há disputa do tráfico"
Oficial da PMCE


No último mês, um dos crimes com mais repercussão se tratou de uma chacina. Quatro homens foram assassinados na madrugada do sábado 18 de setembro, na Zona Rural de Chorozinho, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). 

Os corpos foram encontrados pela manhã e, conforme apuração preliminar, as vítimas seriam adolescentes com idades de 15 a 17 anos, com passagens por atos infracionais análogos aos crimes de roubo e furto. Um inquérito foi instaurado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) e posteriormente transferido para a Delegacia Metropolitana de Chorozinho.


Combate à violência

A SSPDS destaca que são feitos investimentos para combater a violência no Estado. Nessa sexta-feira (15), o governador Camilo Santana anunciou o investimento de mais de R$ 120 milhões, por ano, para o reforço operacional nas ruas de todo o Ceará para que os indicadores criminais sigam em redução.

Conforme a Secretaria, já neste mês de outubro parte do valor será direcionado para as pastas da Segurança Pública, o "que permitirá o aumento nos pagamentos de horas extras aos homens e mulheres que atuam nas polícias cearenses, assim como o aumento do número de viaturas nas ruas".

A Pasta acrescenta ainda o anúncio da posse de 247 novos oficiais para a Polícia Militar do Ceará (PMCE), além da realização de concursos para a PMCE, Perícia Forense do Ceará (Pefoce) e Polícia Civil do Ceará (PCCE), que resultarão em mais 2 mil ingressos nas Forças de Segurança.

"De forma permanente, a SSPDS destaca também que realiza ofensivas como as operações Domus, Sumé, Apostos e Redoma. Esse trabalho diário com intuito de coibir ações criminosas no Ceará já resultou em quase 25 mil pessoas capturadas, sejam por flagrantes ou por cumprimento de mandados. Também no acumulado do ano, foram apreendidas 4,9 toneladas de drogas. Já quando se trata de armas de fogo, 4.433 foram retidas de circulação em todo o Ceará", disseram.

 

 

 

 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança

Assuntos Relacionados