Presidente da Câmara de Granjeiro é preso em bar por desacato ao decreto estadual

O vereador Paulo Anderson foi autuado também por ato obsceno, por ter urinado em via pública. Ele pagou fiança e foi liberado

Vereador Paulo Anderson
Legenda: O vereador foi conduzido à Delegacia Regional de Juazeiro do Norte e liberado após pagar fiança
Foto: Reprodução/Facebook

Paulo Anderson Brito (PSDB), presidente da Câmara Municipal de Granjeiro, no interior do Ceará, foi preso em flagrante nesse domingo (22) após se recusar a sair de um bar que funcionava fora do horário permitido. Ele foi autuado por desacato e prática de ato obsceno em lugar público, mas pagou fiança e foi liberado em seguida. 

O Diário do Nordeste tenta contato com o vereador na tarde desta segunda-feira (23).

O vereador de 38 anos estava "visivelmente alcoolizado", de acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Ele foi conduzido à Delegacia Regional de Juazeiro do Norte para os procedimentos cabíveis. 

Agentes da Polícia Militar do Ceará (PMCE) patrulhavam a região e observaram um bar funcionando além do horário permitido pelo decreto estadual. Paulo Anderson não atendeu ao pedido dos policiais e disse que continuaria a beber no local. 

Segundo a SSPDS, o presidente da Câmara de Granjeiro ainda urinou em via pública, na frente dos policiais militares.