Cabo Verde Airlines suspende vendas de passagens à Itália

Segundo a companhia, passageiros afetados pela suspensão de voos no destino Brasil-Itália, inclusive partindo de Fortaleza, serão protegidos de acordo com as regras internacionais de proteção ao passageiro.

Escrito por Redação,

Negócios

Após semanas de cancelamentos de voos por conta de atrasos na entrega de aeronaves, a Cabo Verde Airlines (TACV) comunicou nesta quarta-feira (1º) que estão suspensas, temporariamente, as vendas de bilhetes do Brasil para Itália até levantamento oficial da suspensão de voos para o mercado italiano pela autoridade de aviação do País, o que, segundo a TACV, acontecerá em curto prazo.

A companhia informa que todos os passageiros estão sendo contatados via email e telefone, de acordo com a informação constante na reserva, e informados do cancelamento. "São oferecidas opções de reembolso total do bilhete ou a proteção em companhias terceiras a partir de Itália e Brasil, tanto para passageiros em regime de conexão como para passageiros locais, combinando a disponibilidade destas companhias com a necessidade do cliente", informa a TACV.

A operação de proteção dos passageiros está centralizada no call center com sede na cidade da Praia, que trabalha em coordenação com as lojas da companhia em Recife e Fortaleza. Em caso de alteração de voos, os passageiros serão contactados e protegidos pela equipe Cabo Verde Airlines. "Aos passageiros afetados pela suspensão de voos no destino Brasil-Itália, a Cabo Verde Airlines garante que todos serão protegidos de acordo com as regras internacionais de proteção ao passageiro", afirma a empresa.

Recuperação gradual

A TACV disse que está retomado, gradualmente, a normalidade na sua operação, cumprindo a programação de voos para Lisboa, Paris, Milão e Brasil.  "A Cabo Verde Airlines reforça que, em 17 de julho, retomou a operação com dois aviões B767, cobrindo voos para Lisboa e Milão e, desde 22 de julho, retomou também Paris, Lisboa e Brasil com o avião CD4-CCF (B757-200)"

Os voos para o mercado brasileiro, nomeadamente Recife e Fortaleza, já foram retomados e operam com normalidade fazendo ligação a Lisboa e Paris, segundo a empresa. Salvador irá retomar regularmente durante a semana.

Os atrasos e cancelamentos de voos da companhia em julho atingiu 123 voos e 16.079 passageiros em vários mercados. Segundo a empresa, todos os passageiros receberam a assistência necessária para serem reacomodados em outros voos de e para o Brasil.

 "A Cabo Verde Airlines lamenta o incómodo causado a todos os seus passageiros e familiares e garante estar empenhada na resolução destes desafios, para voltar a operar e merecer a confiança dos mercados onde opera".