Quase todas as Áreas Descentralizadas de Saúde do Ceará têm aumento de casos de Covid-19

Em nove delas, houve aumento no número de óbitos pela doença; Brejo Santo teve os maiores índices com alta de 139% no número de casos e 300% no de óbitos

Das 22 Áreas Descentralizadas de Saúde (ADS) do Ceará, 19 registram aumento no número de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus. Em nove dessas áreas, o número de óbitos pela doença também tiveram alta, segundo o boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde (Sesa), desta sexta-feira (11). A ADS com as maiores altas foi Brejo Santo, com 139% no número de casos e 300% no de óbitos.

 

O informe semanal apontou ainda que somente as regiões de Tauá, Canindé e Camocim registraram redução no número de novas infecções pelo coronavírus. A ADS de Fortaleza registra alta tanto em relação às mortes por Covid-19 ( 55,2%) quanto ao número de casos da doença (33,3%). Se mantém estáveis no número de óbitos as ADS de Itapipoca, Russas, Crateús e Cascavel .

A secretária executiva de Vigilância e Regulação da Sesa, Magda Almeida, disse que os índices apresentados no boletim apontam um comportamento já esperado da pandemia diante do qual aumenta a necessidade dos cuidados de segurança sanitários para evitar uma maior disseminação do vírus.

"Depois do aumento de casos em pacientes jovens a gente tem a contaminação dos pacientes mais vulneráveis que são aqueles acima de 50 anos e principalmente acima dos 70 anos onde a letalidade é ainda maior. A gente precisa nesse momento continuar o isolamento social, fazendo o uso da máscara e evitando expor esses grupos mais vulneráveis. Estamos em um momento em que está cada vez mais consolidada a possibilidade da reinfecção do vírus", ressaltou.

Covid-19 no Ceará

O Ceará registra até a tarde desta sexta-feira (11) 314.445 casos confirmados de Covid-19 e um total de 9.772 mortes pela doença.

O número de pacientes recuperados é de 257.263, conforme a plataforma IntegraSUS da Secretaria da Saúde (Sesa) atualizada às 11h29 desta sexta-feira (11).

Fortaleza figura como o município com o maior número de casos (73.780) e de mortes (4.046). A taxa de ocupação leitos de Unidades de Terapia Intensiva no Estado é de 64,24% e as de enfermarias é de 40,41%.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza