Postos de saúde de Fortaleza devem ganhar reforço de 255 médicos para combater coronavírus

Órgão antecipou o chamamento de 100 médicos do Programa Médico Família Fortaleza. Outros 155 profissionais devem vir do Programa Mais Médicos

Legenda: Roberto Cláudio concede entrevista para o Sistema Verdes Mares nesta quarta-feira
Foto: José Leomar

Os postos de saúde de Fortaleza devem ganhar um reforço de 255 médicos para ajudar no combate ao coronavírus. A afirmação é do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, em entrevista ao Sistema Verdes Mares (SVM) realizada nesta quarta-feira (18).

A Prefeitura Municipal de Fortaleza já havia anunciado nesta terça-feira (17) uma série de medidas para conter o avanço do novo coronavírus. Entre as ações está o decreto de situação de emergência na saúde pública, além da suspensão das aulas na rede municipal pelo prazo de 15 dias. O Ceará tem onze casos da doença confirmados. 

De acordo com o gestor, o órgão antecipou o chamamento de 100 médicos do Programa Médico Família Fortaleza. Outros 155 profissionais devem vir do Programa Mais Médicos. Os profissionais vão trabalhar nos postos de saúde com o intuito de conter o avanço do novo coronavírus. 

Primeiro a gente vai ampliar o atendimento tanto no posto como na Upa. Até o dia 31 de março, a gente antecipou o chamamento de 100 médicos do Programa Médico Família Fortaleza, que é uma parceria da prefeitura com o Governo do Estado. Esses médicos já tomam posse e assumem de imediato agora, no final de março. E recebemos a notícia ontem, do Ministério da Saúde, e esse eu quero esperar ainda chegar para confirmar, porque não depende da gente, mas a informação é que o nosso pedido de reposição dos médicos do Governo Federal do Programa Mais Médicos foi aceito e seriam 155 médicos até o final de abril. Então, 100 médicos agora no fim de março e, caso confirmado, mais 155 até o final de abril. Tudo isso para os postos de saúde
.

> Iguatemi vai funcionar de 12h às 20h como ação preventiva contra o coronavírus
Portaria federal prevê prisão para quem descumprir quarentena
Decon recomenda medidas a planos de saúde, farmácias e aéreas

Roberto Cláudio reforçou ainda que as seis Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) que existem na Capital e o Hospital São José trabalham na realização de exames para detectar o coronavírus. O prefeito disse também que esses exames são feitos com critério e direcionados para pacientes dentro do grupo de risco. 

"Nós temos seis Upas municipais em Fortaleza. São elas: Jangurussu, Itaperi, Cristo Redentor, Bom Jardim, Vila Velha e Dendê. Todas as seis apoiam o Hospital São José na realização de exames, que não são feitos fora de critério. Também tem que ter um protocolo, uma rotina para orientar quem vai fazer e quem deve fazer o exame", afirmou. 

"Os exames têm que ser direcionados para os grupos considerados de risco. Por enquanto, porque está no começo ainda, é possível fazer para dois grupos de pacientes, nas Upas e no Hospital São José. Esse grupo de risco compreende a pessoas que estão com sintomas gripais e que, nos últimos 14 dias, estiveram no exterior, em São Paulo ou no Rio de Janeiro. Ou, no segundo critério, pessoas que tiveram contato pessoal [com alguém nessas condições]", reforçou. 

Casos no Estado

Nesta segunda-feira (16), o governador Camilo Santana decretou estado de emergência na saúde pública do estado e anunciou uma série de medidas para conter o avanço da doença. O Ceará tem 11 casos confirmados de pacientes com a Covid-19 e investiga outros 146, de acordo com dados da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) divulgados na segunda-feira.

Veja parte das medidas adotadas pela prefeitura: 

 

  • Decreto de situação de emergência em saúde em decorrência da Covid-19
  • Suspensão das aulas presenciais em todas as escolas da rede públicas no período de 20 a 31 de março
  • Proibição de eventos que reúnem público superior a 100 pessoas
  • Eventos esportivos em Fortaleza somente poderão ocorrer com portões fechados
  • Higienização com água sanitária e álcool em todas as superfícies dos transportes coletivos
  • Envio de ofício à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) solicitando a suspensão de voos internacionais para o Ceará
  • Suspensão pelo prazo de 15 dias os eventos esportivos, sociais e culturais voltados à terceira idade para evitar aglomerações
  • Cancelamento, por 30 dias, do gozo de férias e licença prêmio dos profissionais da área da saúde no município de Fortaleza

Tira-dúvidas

A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) disponibilizou canais de informação para que a população tire dúvidas sobre o novo coronavírus e também esclarecer os profissionais de saúde. As centrais de atendimento vão funcionar das 7h às 19h, de domingo a domingo, segundo a Sesa.  

Os telefones destinados à população são: 

  • 85 3219 5973 
  • 85 3219 8582 
  • 85 9 8439 0422 

Os números disponibilizados para sanar dúvidas dos profissionais de saúde são: 

  • 85 3101 4860  
  • 85 98724 0455 

Kits de teste e situação de emergência

O governador do Estado do Ceará, Camilo Santana, anunciou, em transmissão realizada no início da tarde desta terça-feira (17), a compra de 5 mil kits para diagnóstico de novo coronavírus no Estado, além dos 240 kits enviados pelo Ministério da Saúde. 

Governo do estado e prefeitura decretaram situação de emergência em saúde pública e suspensão de diversas atividades e eventos como: 
 

  • Suspensão das aulas presenciais em todas as escolas da rede públicas no período de 20 a 31 de março;
  • Proibição de eventos que reúnem público superior a 100 pessoas;
  • Eventos esportivos em Fortaleza somente poderão ocorrer com portões fechados;
  • Higienização com água sanitária e álcool em todas as superfícies dos transportes coletivo;s
  • Envio de ofício à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) solicitando a suspensão de voos internacionais para o Ceará
  • Suspensão de férias de profissionais de saúde

 

O mais recente balanço da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) confirmou 11 casos de coronavírus no Ceará. 

 > Diário lança e-book para compartilhar pelo WhatsApp

Tire as dúvidas sobre o novo coronavírus: 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou pandemia do Covid-19, no dia 11 de março. O órgão alertou que o número de pacientes infectados, de mortes e de países atingidos deve aumentar nos próximos dias e semanas.

O termo pandemia se refere ao momento em que uma doença já está espalhada por diversos continentes com transmissão sustentada entre as pessoas.

Casos confirmados no Brasil

TRANSMISSÃO E CUIDADOS

O novo vírus é transmitido por vias respiratórias, pelo ar, e por gotículas de saliva que saem em um espirro ou tosse, por exemplo, e também podem ser transferidas por contato físico ou superfícies contaminadas.

SINTOMAS

Os principais sintomas são tosse seca, febre e cansaço. Algumas pessoas podem sentir dores no corpo, inflamação na garganta, congestionamento nasal e diarreia.

PREVENÇÃO

As pessoas devem ter cuidado com a higienização das mãos e evitar tocar mucosas do olho, nariz e boca.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza