Pessoas com sintomas de coronavírus não devem se vacinar, orienta Secretaria da Saúde

Nota técnica com restrições e orientações sobre a vacinação foi divulgada nesta terça-feira (26)

vacina
Legenda: Imunizantes dos laboratórios Sinovac e Oxford/Astrazeneca estão sendo aplicados no Ceará
Foto: Camila Lima

A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) divulgou nota técnica em que orienta que pessoas com quadro de infecção pelo novo coronavírus não devem se vacinar. O texto reúne recomendações e contraindicações sobre a vacinação.

O documento foi publicado nesta terça-feira (26) e recomenda "o adiamento da vacinação nas pessoas com quadro sugestivo de infecção em atividade para se evitar confusão com outros diagnósticos diferenciais". O ideal, conforme a nota, é adiar a vacinação "até a recuperação clínica total e pelo menos quatro semanas após o início dos sintomas ou quatro semanas a partir da primeira amostra de PCR positiva em pessoas assintomáticas".

O RT-PCR é um dos testes para diagnóstico da Covid-19.

Além disso, deve haver precaução na administração da vacina em pessoas com hipersensibilidade; enfermidades concomitantes (doença febril aguda grave); trombocitopenia e distúrbios da coagulação; eventos neurológicos; e em indivíduos imunocomprometidos. E a imunização durante a gravidez e a lactação não é proibida, mas deve ser feita com cautela e acompanhamento.

Sinovac e Astrazeneca

A vacina produzida pelo laboratório Sinovac com o Instituto Butantan, a CoronaVac, deve ser administrada em duas doses com intervalo de 28 dias. Já o imunizante do laboratório Astrazeneca/Universidade de Oxford com a Fiocruz deve ser aplicado com intervalo de 12 semanas (três meses).

Nesta fase, no Ceará, os idosos a partir de 75 anos recebem a imunização da Astrazeneca. Os demais grupos prioritários (profissionais de saúde da linha de frente, indígenas, idosos e deficientes institucionalizados) recebem a CoronaVac.

Vacinação no Ceará

Até as 12h20 desta terça-feira (26), 37.665 pessoas foram vacinadas no Ceará, conforme "vacinômetro" criado pela Sesa.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza