Hotéis do Ceará irão notificar à Sesa casos suspeitos de Covid-19 para monitoramento de viajantes

Protocolo foi alinhado com representantes da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) para evitar, principalmente, a propagação das novas variantes

Hotéis irão monitorar casos suspeitos de Covid-19 e reportar a Sesa
Legenda: Sesa realizou reunião com ABIH buscando orientar sobre o fluxo de notificação dos casos suspeitos
Foto: Helene Santos

Buscando conter o contágio e a propagação da Covid-19, principalmente após o registro de novas cepas no Brasil, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) e a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) alinharam ações de vigilância e monitoramento de viajantes em hotéis com suspeita ou confirmação de infecção pelo novo coronavírus. 

Portanto, se algum hóspede chegar de fora do Ceará - principalmente de alguma área com registro de novas cepas -, ficar doente, tiver alta de temperatura ou apresentar tosse ou demais outros sintomas, a Sesa será avisada imediatamente do caso suspeito.

O acordo foi firmado durante reunião realizada de forma online na última terça-feira (25) com o objetivo de orientar sobre o fluxo de notificação dos casos suspeitos e precaver as redes hoteleiras frente às novas variantes do vírus, como a cepa indiana, aponta o diretor do Hotel Meridional e vice-presidente da ABIH Ceará, Vicente de Paiva. 

A Sesa vem alertando toda a rede hoteleira e o setor de turismo sobre a existência de algum viajante ou pessoa suspeita para que siga os protocolos que já foram estabelecidos pela Vigilância Sanitária da Sesa.
Ricristhi Gonçalves
Coordenadora de Vigilância Epidemiológica e Prevenção da Secretaria

Além de representantes da Sesa e da ABIH, o encontro remoto com cerca de 100 integrantes também contou com a participação da Vigilância Sanitária do Ceará e de donos de pousadas e hotéis. “Foi uma reunião simples, bastante esclarecedora”, aponta Vicente.

Em casos suspeitos, a rede hoteleira deve notificar a Sesa através dos números: (85) 3101-4860 e (85) 98724-0455. 

Ação conjunta de prevenção

Na perspectiva de Vicente, a medida possibilita um cuidado ainda mais rigoroso de prevenção à Covid-19, uma vez que a parceria possibilita maior agilidade para controlar o caso e evitar a propagação do vírus. 

Acho que quanto mais a gente fizer essa relação, esse trabalho em conjunto, melhor.  A rede hoteleira sempre foi muito participativa nas ações estaduais, ainda mais agora no momento delicado em que vivemos. É alinhando essas ações que a gente vai poder enfrentar isso.
Vicente de Paiva
Vice-presidente da ABIH Ceará

Apesar do Hotel Meridional ter tido registro de clientes positivados para Covid-19 durante a primeira onda da doença no Ceará, ainda em abril de 2020, não houve notificação de caso suspeito desde o início do monitoramento. A atenção tem sido voltada principalmente para os viajantes de outros estados e países

“Caso a gente perceba um caso suspeito, nós temos que entrar em contato com a Sesa. A medida vai ser feita em conjunto, para saber se é uma pessoa que está em alto risco, como vindo de um navio da Índia, por exemplo. Temos que notificar para tomar os cuidados e manter a segurança”, finaliza.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza