Fortaleza inicia vacinação infantil contra a Covid-19 com apenas 26% do público cadastrado

Com o início da campanha vacinal e mutirão de cadastros, autoridades de saúde esperam aumento de inscrições

Escrito por Lucas Falconery, lucas.falconery@svm.com.br

Metro
Vacinação infantil
Legenda: Gestores pedem ampliação do cadastro de crianças na Capital
Foto: Helene Santos/Secretaria da Saúde do Ceará

Fortaleza deu início à campanha de vacinação infantil contra a Covid-19 neste sábado (15) com cerca de 75 mil cadastros, de um total estimado em 283 mil residentes entre 5 e 11 anos, o que representa 26,5% do público-alvo. Os números mais recentes são referentes ao total de inscrições feitas até a sexta-feira (14).

Os pequenos são imunizados em ordem decrescente de idade e durante a próxima semana deve ser divulgada a logística para vacinação das crianças com dificuldades para locomoção. O Centro de Eventos, estrutura de destaque para a imunização, deve receber apenas crianças nos próximos dias.

“O que a gente tem observado ao longo da campanha é que esse cadastro, antes da vacina chegar, é pequeno. Mas quando o processo se inicia vai aumentando a cada dia”, observa a secretária da saúde de Fortaleza, Ana Estela Leite.

O público estimado de crianças de 5 a 11 anos no município de Fortaleza é em torno 283 mil crianças. Até ontem (14) nós tínhamos cerca de 75 mil crianças cadastradas
Ana Estela Leite
Secretária da Saúde de Fortaleza

O início da vacinação acontece conforme resolução da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), que define a ordem decrescente para aplicação.

“É importante que no cadastro os pais sinalizem se a criança tem uma comorbidade, se tem alguma deficiência ou marquem a opção ‘restrito ao leito’, que quer dizer que aquela criança é criança acalmada”, acrescenta a secretária.

Vacinação
Legenda: Crianças nascidas em janeiro de 2010 são as primeiras imunizadas no Ceará
Foto: Lucas Falconery

Novas estratégias para alcançar todo o público, como destaca Ana Leite, serão divulgadas com o avanço da vacinação. “Ao longo da semana, conforme esse início, a gente monitora diariamente, vamos iniciar paralelamente essa vacinação. Vai depender de como houver a adesão das famílias, a organização, porque a gente precisa de muito cuidado com o público infantil”.

Além da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), pastas relacionadas à juventude e defesa social reúnem esforços para alcançar famílias com dificuldades para o acesso à internet. Para isso, um mutirão para cadastro de crianças acontece em pontos distribuídos pela cidade.

Sábado de vacinação infantil

Foram agendadas 200 crianças para o início do esquema vacinal contra a Covid-19, no Centro de Eventos, em Fortaleza, neste sábado (15). Estão agendadas outros 200 pequenos para o domingo (16) e 1.000 na segunda-feira (17).

Emily
Legenda: Mãe e filham relatam felicidade com a vacina infantil quase um ano após o início da imunização de adultos no Estado
Foto: Lucas Falconery

A campanha infantil começa próxima do retorno presencial das crianças às salas de aula, entre janeiro e fevereiro, o que traz mais segurança, como observa Antônia Vanuza do Nascimento. "A gente estava na expectativa, porque quem é mãe tem medo de que a doença aconteça com nossos filhos", frisa.

Antônia levou a filha Emily do Nascimento, de 11 anos, logo no início da manhã. "Estou mais tranquila e feliz, porque é um peso a menos na consciência. Estamos evitando até encontrar a família, o que é um pouco difícil", pondera. A menina se prepara para a volta às aulas no próximo mês.