Casos de Covid pela Delta chegam a 208 no Ceará; 2 dos 3 pacientes que morreram não eram vacinados

Maioria dos casos é na faixa etária entre 20 e 49 anos

Escrito por Redação,

Metro
A variante Delta é originária da Índia e mais transmissível do que as variantes anteriores do coronavírus.
Legenda: A variante Delta é originária da Índia e mais transmissível do que as variantes anteriores do coronavírus.
Foto: Shutterstock

Chega a 208 o número de casos confirmados de Covid-19 provocados pela variante Delta no Ceará. Até esta quinta-feira (7), de acordo com monitoramento da Secretaria da Saúde (Sesa), foram registrados três óbitos pela variante. Dos casos identificados com a cepa indiana, são 105 homens e 103 mulheres, predominantemente entre 20 e 49 anos de idade. 

Os três pacientes que morreram devido às complicações da infecção eram homens, com idades de 41, 45 e 69 anos. Dois deles moravam em Fortaleza, não tinham histórico de viagem e não eram vacinados contra a doença. O terceiro era um viajante filipino, tripulante do navio Pretty Lady, que registrou surto de Covid-19 entre os embarcados enquanto estava ancorado no Porto do Mucuripe. A Sesa não sabe informar se ele estava vacinado. 

Do total de 208 pacientes confirmados com a variante, 46 disseram já ter tomado as duas doses de vacina. Outros 86 tomaram até então somente uma dose. Não há informação sobre o restante. 

O sequenciamento genético das amostras positivas para a Covid-19 foi feito pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em parceria com o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce) e o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). 

Aumento dos casos 

De acordo com a secretária-executiva de Vigilância e Regulação da Sesa, Ricristhi Gonçalves, o crescimento do total de municípios e pacientes com a Delta tem sido semanal. O número preocupa porque a variante é a que mais tem provocado estouro de novos casos no mundo inteiro. 

“Além de monitorar e rastrear esses casos, também é importante tomarmos medidas para diminuir essa transmissão viral, com objetivo de evitar espalhamento dos casos e surgimento de novas variantes”, afirmou a secretária.  

Uma dessas medidas, segundo ela, é um Centro de Testagem inaugurado nesta semana na Rodoviária de Fortaleza, visto que, além do aeroporto, muitos pacientes positivados com a cepa indiana chegam ao Estado de ônibus. “Temos que acompanhar esse cenário”, disse Gonçalves.

O posto de coleta da rodoviária funciona de 8h às 18 horas, diariamente

Procedência

Doze dos 208 casos identificados com a variante Delta no Ceará são tripulantes das Filipinas que estavam a bordo do navio Pretty Lady e 42 são viajantes que testaram positivo no aeroporto da Capital, vindos de Belo Horizonte, Brasília, Foz do Iguaçu, São Paulo, Maceió, Recife, Rio de Janeiro e México. 

Quais municípios têm casos de Delta 

A cepa indiana já está presente em 37 municípios cearenses. Saiba quais são: 

  • Aquiraz 
  • Aracati 
  • Beberibe 
  • Camocim 
  • Cascavel 
  • Caucaia 
  • Choró 
  • Crateús 
  • Eusébio 
  • Fortaleza 
  • Hidrolândia 
  • Ibiapina 
  • Icó 
  • Iguatu 
  • Ipaporanga 
  • Ipu 
  • Ipueiras 
  • Irauçuba 
  • Itapipoca 
  • Jaguaretama 
  • Maracanaú 
  • Monsenhor Tabosa 
  • Nova Russas 
  • Paraipaba 
  • Pentecoste 
  • Poranga 
  • Quixadá 
  • Quixeramobim 
  • Redenção 
  • São Benedito 
  • São Gonçalo do Amarante 
  • Sobral 
  • Tabuleiro do Norte 
  • Tamboril 
  • Tauá 
  • Tianguá 
  • Umirim 

Assuntos Relacionados