Tripulações de navios atracados em Fortaleza cumprem quarentena após casos de Covid

Operação das embarcações foram suspensas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)

Navio em Fortaleza
Legenda: Navio Marfret Douce France está atracado no porto do Mucuripe desde segunda-feira (16)
Foto: Kid Jr.

Dois navios atracados em Fortaleza estão com operações suspensas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) após confirmação de casos de Covid-19 entre as tripulações. Todos os ocupantes das duas embarcações cumprem quarentena.

O navio Douce France atracou no Porto do Mucuripe na tarde desta segunda-feira (16), com 23 tripulantes e diagnóstico positivo para a infecção confirmado em um deles. Por isso, foi determinada a quarentena da embarcação por 14 dias.

Segundo a Anvisa, todos a bordo foram testados preventivamente por haver histórico de positividade para a doença em seis tripulantes durante atracação no porto anterior, na Guiana Francesa. A embarcação veio ao Ceará buscar um carregamento de frutas.

Assistência médica

A Anvisa informa, ainda, que não foi preciso nenhum desembarque para assistência médica até o momento. 

"A Anvisa determinou o isolamento dos doentes, o tratamento dos resíduos como infectantes e a proibição de embarques e desembarques, dentre outras medidas. A embarcação encontra-se isolada e vem sendo monitorada pela Agência, não havendo contato dos tripulantes com trabalhadores portuários ou população local", disse, em nota.

Navio Pretty Lady

Já no navio Pretty Lady, que chegou ao porto do Mucuripe no dia 7 de agosto, o caso de Covid-19 foi detectado na última sexta-feira (13), quando a embarcação solicitou o desembarque de um tripulante para assistência médica. A Anvisa determinou a testagem dele, confirmando a doença. 

Os 23 tripulantes da embarcação cumprem quarentena de 14 dias desde então. O restante da tripulação também deverá ser testada, segundo a Anvisa. 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza