Luiz Carlos Araújo, ator de ‘Carinha de Anjo’, foi morto por asfixia acidental, aponta laudo

Ele foi encontrado com um saco preto na cabeça

Escrito por Redação,

Zoeira
Ator também era conhecido por participar de peças teatrais
Legenda: Ator também era conhecido por participar de peças teatrais
Foto: Reprodução/Instagram

O ator Luiz Carlos Araújo, conhecido por atuar no elenco da versão brasileira de "Carinha de Anjo", do SBT, morreu por uma asfixia acidental. Ele foi encontrado sem vida no último dia 12, aos 42 anos. As informações foram divulgadas pela UOL e confirmadas pela equipe do delegado Roberto Monteiro, responsável pela investigação do caso, após uma análise do Instituto Médico Legal.

“Consta da ocorrência que a vítima foi encontrada com um saco preto na cabeça, prática essa conhecia em Literatura Médica como re-respiração, usada com certa frequência para aliviar a respiração rápida e descontrolada em situações de ansiedade e em muitas práticas de asfixiofilia/parafilias, com o intuito de aumentar o teor de dióxido de carbono e diminuir o teor de oxigênio, variações estas que causam vasodilatação ou vasoconstrição de vasos extra e endocranianos. Tal prática pode ter como complicação a asfixia por confinamento (troca do ar respirável por ar irrespirável)”, explica o laudo da morte do ator.

Asfixia e uso de drogas

Segundo a perícia, foram encontrados ainda drogas no organismo do artista quando morreu. 

Não foram observados sinais de constrição (alteração) cervical externas ou internas, mesmo após dissecção cuidadosa do pescoço

"Asfixia acidental, causada pelo rebaixamento do nível de consciência. Associada ao confinamento dentro do saco plástico. Usou também cocaína, antidepressivos e álcool", falou nesta quarta-feira ao G1 o delegado seccional Centro, Roberto Monteiro.

 O ator não tinha sinais de violência. A morte dele teria ocorrido de quatro a cinco dias antes de o corpo ter sido encontrado.

Após o laudo, o 3º Distrito Policial (DP), Campos Elíseos, no Centro, que havia iniciado a investigação do caso como morte suspeita a esclarecer, deverá concluir que a morte do ator foi acidental e enviará um relatório à Justiça.

Entenda o caso

Conforme nota divulgada pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, o ator foi encontrado por volta das 17h na própria residência na região da República. Pessoas próximas que prestaram depoimento afirmaram que tentaram entrar em contato com Luiz, que não respondia às mensagens há alguns dias.

Elas foram à casa do ator, e, ao se deparar com um cheiro forte, acionaram policiais militares para adentar no local e se depararam com o corpo. O caso foi registrado como morte suspeita pelo 2º Distrito Policial (Bom Retiro), que solicitou perícia aos institutos Médico Legal (IML) e de Criminalística (IC).