Carla Diaz irá depor em inquérito sobre 'racismo reverso' no BBB 21

Atriz usou as redes sociais nesta quinta (8) para discordar da denúncia feita por deputado estadual do RJ

Carla Diaz no BBB 21
Legenda: Carla pontuou em declaração que racismo reverso não existe
Foto: reprodução/Instagram

A atriz e ex-BBB Carla Diaz terá que depor em um inquérito responsável por investigar se ela sofreu discriminação racial no BBB 21. A informação foi confirmada pela artista em vídeo publicado nas redes sociais nesta quinta (8). 

Segundo Diaz, ela teria sido citada como a vítima no processo. "Eu levei um susto, óbvio, até porque alguém pediu para a delegacia instaurar um inquérito, e eu vou ter que prestar esclarecimento sobre um procedimento de preconceito racial. Sim, como se eu fosse a vítima", explicou assustada.

De acordo com o portal UOL, a denúncia teria partido de um deputado estadual do Partido Social Liberal (PSL), do Rio de Janeiro. A alegação é de que Carla teria sido alvo de preconceito por parte de Lumena, psicóloga e também ex-BBB.

"Comentário foi pejorativo e ofensivo, generalizando a raça branca", propôs o deputado. A opinião diz respeito a comentário da baiana no reality show, quando afirmou que Carla Diaz estaria "toda c*gada na branquitude".

Indignação de Carla

Ainda no mesmo vídeo, a atriz fez questão de pontuar como estaria indignada com a ação do deputado. Segundo a assessoria dela, a ação não foi tomada em comum acordo com a artista, que discorda do posicionamento.

"Acho importante afirmar aqui que racismo reverso não existe. Gente, por favor, vamos ler, vamos nos informar, Internet está aqui para isso. O programa debateu racismo a semana toda", argumentou Carla, fazendo referência à fala racista de Rodolffo direcionada ao participante João Luiz.

"Eu estou muito chateada, até porque tudo isso começou quando eu ainda estava na casa, usaram o meu nome sem o meu conhecimento para me colocar nessa situação", lamentou.

Ao finalizar o comunicado, Carla Diaz relatou que deve repassar novas informações aos seguidores conforme o caso prossiga com as autoridades.