Vacinação de professores no Ceará será discutida entre Governo e prefeituras na sexta-feira (28)

Estado tem 83 mil pessoas cadastradas como trabalhadoras da educação básica (infantil, fundamental e médio) na plataforma da Sesa, Saúde Digital

educação
Legenda: Uma das exigências é que os professores estejam cadastrados no Saúde Digital
Foto: José Leomar

Os detalhes sobre os critérios, a quantidade e a logística da vacinação dos professores contra a Covid no Ceará serão definidos sexta-feira (28) em uma reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), que envolve Governo do Estado e gestores das 184 cidades cearenses. É nesse encontro, conforme a secretária Executiva de Vigilância e Regulação da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), Magda Almeida, que será alinhado e pactuado como ocorrerá o processo nos municípios.  

“O Estado vai pactuar os critérios e a quantidade com os municípios porque esse público ainda não está na fase dele no Plano Nacional. Então, não vem vacina específica para esse grupo. Vamos ter que remanejar vacinas de outro grupo”, explica Magda. 

A antecipação da vacinação dos professores no Ceará foi anunciada na semana passada pelo governador Camilo Santana. A decisão ocorreu no momento em que há pressão para o retorno gradual às aulas presenciais. 

Uma das exigências também destacadas por Magda é que os professores estejam cadastrados no Saúde Digital -  sistema estadual de cadastro utilizado para a vacinação e controle de aplicação das doses. 

83 mil
Na plataforma, criada pela Sesa, até esta manhã, havia 83 mil pessoas cadastradas como trabalhadoras da educação básica (infantil, fundamental e médio), no Estado.

Outras 11,9 mil pessoas estão cadastradas como trabalhadores da educação superior. 

A Comissão Intergestores Bipartite (CIB) é um colegiado permanente de gestores da Saúde do Estado e dos Municípios que se reúnem para discutir e negociar  questões operacionais do Sistema Único de Saúde (SUS). 

No Brasil, os trabalhadores da educação constam como prioridade no Plano Nacional de Imunização (PNI). Porém, no calendário nacional, esse processo só deve ser iniciado após outros grupos se vacinarem na 3º fase, como as pessoas com comorbidade.

Como ocorre em outros estados?

Conforme mostrado pelo Diário do Nordeste, neste mês, em alguns estados, governadores e prefeitos, mediante avaliações sobre os riscos e prioridades, decidiram, por conta própria, antecipar em esquemas diversos a imunização dos profissionais da educação das redes públicas e privadas, incluindo todas as etapas de ensino.

Nos demais estados, como Maranhão, Paraná, Bahia, Paraíba, Rio de Janeiro, São Paulo, dentre outros, nos quais já há vacinação dos profissionais da educação, a imunização nem sempre tem ocorrido de forma generalizada em todas as cidades, ou mesmo inclui profissionais de todas as faixas etárias. 

Alguns estados ainda concentram a vacinação desse grupo nas capitais, enquanto em outros, ela já ocorre nas regiões metropolitanas e no interior. O critério adotado, em alguns casos, foi da idade, e somente profissionais acima de 40 anos ou 50 anos têm recebido, no atual momento, a vacina.

Passo a passo do cadastro 

Quem quiser realizar o cadastro deve acessar a página do Saúde Digital para preenchimento do formulário. Nela, haverá a opção "Ainda não tenho cadastro", a qual deverá ser clicada pelo usuário.

Página para cadastro da vacinação no Saúde Digital
Legenda: Na página, o usuário deverá preencher um formulário com dados que serão armazenados pela Sesa.
Foto: reprodução/Saúde Digital

O usuário deverá preencher dados básicos, como nome, CPF, local de nascimento e País de origem antes de passar para a próxima página.

Página do Saúde Digital
Legenda: A segunda página do cadastro faz uma espécie de triagem sobre a inclusão ou não do usuário em grupos prioritários.
Foto: reprodução/Saúde Digital

Na segunda página, o usuário deverá informar se faz uso de imunoglobina, é acamado ou faz parte de algum grupo destacado nas fases iniciais da vacinação. Após responder "sim" ou "não" na maioria das perguntas, a pessoa é convidada a ir a uma terceira página.

Página do cadastro no Saúde Digital
Legenda: Na terceira página do cadastro, o usuário informa dados sobre sua localização.
Foto: reprodução/Saúde Digital

Nela, o usuário deverá incluir dados sobre sua localização em território cearense. As informações servirão para posterior agendamento da pessoa para receber a vacina.

Após o preenchimento, o usuário é direcionado para uma quarta página, na qual deverá confirmar os dados principais, informar que não se trata de um robô e fornecer uma senha de acesso e um e-mail para confirmação do cadastro.

Quero receber conteúdos exclusivos do EducaLab