Universidade de Tel-Aviv, em Israel, oferece bolsas de estudo para brasileiros

Benefício é disponibilizado de forma parcial e integral; saiba mais

Legenda: Universidade em Israel está com inscrições abertas para programa de bolsas de estudo para brasileiros.
Foto: Adobe Shutterstock

Por meio de um fundo chamado Brazilian Scholarship Fund (BSF), a Universidade de Tel-Aviv, de Israel, está ofertando bolsas de estudo exclusivas para brasileiros em seus programas de graduação e pós-graduação. As bolsas podem chegar ao valor integral do curso, a depender do programa que o estudante escolher. As inscrições ficam disponíveis até o dia 31 de maio de 2021.

Estudantes de Engenharia Elétrica e Eletrônica (B.Sc) podem concorrer a bolsas de até 100% do valor do curso. Já os que se interessarem em liberal arts (B.A.), curso multidisciplinar em humanidades, podem concorrer a bolsas de até 50%.

São oferecidas, também, bolsas integrais para os interessados nos cursos de graduação ministrados em hebraico. Os cursos são chamados de “B.Sc.” e o “B.A.” e são equivalentes a graduações no Brasil. O primeiro deles foca em Engenharia Elétrica e Eletrônica e o segundo abrange as ciências humanas e sociais. Há também outros cursos de graduação ministrados em hebraico e “master’s programs” equivalentes aos nossos mestrados.

Com relação ao mestrado, a universidade oferece bolsas de até 50% para dois novos programas: Cyber Politics e Government e Developing Countries. A Universidade de Tel-Aviv também oferece bolsas de até 40% para mestrado em Direito Internacional.

O fundo Brazilian Scholarship Fund (BSF) foi criado pela organização Amigos Brasileiros da Universidade de Tel-Aviv, situada na costa do mar Mediterrâneo. As inscrições podem ser feitas clicando aqui.

Como se candidatar

O estudante deve atestar um nível de inglês mínimo por meio do teste TOEFL (resultado mínimo: 582 para exame escrito, 223 para o exame pelo computador, ou IBT de 89), IELTS (nota 6,5 em todos os componentes, nível B2) ou o Duolingo Online Testing, aceito durante a pandemia (nota 105). Interessados nos programas ministrados em hebraico também precisarão atestar nível avançado no idioma.

Também é necessário fornecer os seguintes documentos:

O boletim de notas oficial (com tradução juramentada);

Essays (quantidade e requisitos específicos por programa);

Cartas de recomendação (quantidade e requisitos específicos por programa);

Certificado de aptidão física.

Para os programas de graduação, é necessário apresentar a nota das provas SAT ou ACT. Mas, durante a pandemia, a universidade de Israel flexibilizou as exigências referente a estes exames e estão aceitando somente a análise de históricos acadêmicos. Também é necessário produzir essays, de acordo com cada programa.

Essays (“ensaio” em português) é uma composição por escrito que descreve, explica e analisa algum assunto específico. Nas universidades, o termo é usado para os trabalhos acadêmicos exigidos por professores aos estudantes valendo nota.

Para a bolsa, é necessário preencher um formulário, onde será necessário informar dados pessoais, o programa escolhido e produzir um texto curto sobre suas conquistas recentes, justificando por quais motivos o candidato é a pessoa certa para receber aquela bolsa.

A universidade trabalha, na maioria dos casos, com rolling admissions, o que significa que é possível se candidatar a qualquer momento. Para estudantes que queiram começar em 2021, no entanto, a recomendação é se candidatar até 31 de maio de 2021. A exceção é o mestrado em Direito Internacional, que tem inscrições só até 15 de março.

Quero receber conteúdos exclusivos do EducaLab